Porto e os seus coros

Coro Casa da Música
Coros do Porto

35 grupos vocais identificados

Agrupamentos vocais e atividades corais no Concelho

ArquiCoro

O ArquiCoro – Coro Aberto da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto – concretiza, desde 2003, o projeto de promoção da cultura musical coral dentro e fora do meio académico. A sua atividade centra-se, sobretudo, no repertório a capella de várias épocas, com especial atenção à Música Sacra, Polifonia Renascentista Ibérica e Música Popular Portuguesa. Da sua história fazem parte alunos, professores, funcionários e ex-alunos da Faculdade, assim como elementos externos e cuja vontade de integrar este projeto como coralistas, sempre valorizou o desafio em conjunto. Dirige o coro a maestrina Ana dos Santos.

Cantadeiras do NEFUP

As cantadeiras do Núcleo de Etnografia e Folclore da Universidade do Porto interpretam cantares de todo o país que retratam a vida, o sonho, os amores e a fé das mulheres de outrora e de agora.  O repertório é maioritariamente polifónico e a capella, embora pontuem alguns cantares acompanhados por percussão tradicional e outros instrumentos. Apresentam alguns temas na forma recolhida no cancioneiro tradicional português, enquanto outros são arranjados por André Ruiz, Cláudia Monteiro e Daniela Leite Castro. A direção musical está a cargo de Cláudia Monteiro. Trazem para o canto polifónico as suas vivências de mulheres do século XXI, mas também as heranças individuais de um património coletivo, passado de mães para filhas, de avós para netas, do berço até ao fim da vida. Fala-m’a cantar é o seu primeiro CD, lançado em 2022.

Coro Casa da Música

Fundado em 2009, o Coro Casa da Música é constituído por uma formação regular de 18 cantores, que se alarga a formação média ou sinfónica em função dos programas apresentados. Tem sido também dirigido por maestros prestigiados no âmbito da música coral. As suas participações em programas corais-sinfónicos levam-no a trabalhar com grandes maestros, destacando-se ainda os programas de música antiga com vários especialistas. As temporadas do Coro Casa da Música revelam um repertório eclético que se estende desde os primórdios da polifonia medieval à nova música. Ao longo dos anos, apresentou muitas obras em estreia mundial ou nacional. A música portuguesa tem sido um dos focos de atenção do Coro. Faz digressões regulares ao estrangeiro e atuou em várias salas portuguesas, apresentando grandes obras da música coral. O seu primeiro disco é dedicado a Fernando Lopes-Graça.

Coro Casa da Música, Porto

Coro Casa da Música, Porto

Formado por cerca de 50 crianças, o Coro Infantil Casa da Música é o mais jovem agrupamento residente da instituição.

Coro Infantil Casa da Música

O Coro Infantil Casa da Música é um dos grupos residentes da instituição, justificando por talento próprio a sua estreia pública num dos concertos maiores de 2017: no Dia Mundial da Música, na Sala Suggia, juntou-se à Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, ao Coro Nacional de España e ao Coro Lira para interpretar o War Requiem de Benjamin Britten. O Coro participou no concerto de Natal de 2018, cantando a Missa em Si menor de Bach com a Orquestra Barroca e o Coro Casa da Música, bem como num concerto de Páscoa de 2019, cantando o Stabat Mater de Dvořák com a Orquestra Sinfónica e o Coro Casa da Música. Em 2020 voltou ao palco principal da Casa da Música para interpretar o Te Deum de Berlioz, ao lado da Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música e do Coro Nacional de España. Em nome próprio, apresentou-se por três vezes na Sala Suggia.

Formado por cerca de 50 crianças, o Coro Infantil Casa da Música resulta e é parte integrante de uma dinâmica iniciada no ano lectivo de 2016/2017 e que continua. Em articulação com as escolas básicas de Quatro Caminhos (Matosinhos), Lomba (Porto) e Quinta das Chãs (Vila Nova de Gaia), desenvolveu-se um processo de formação coral que chamou cerca de 350 crianças, agregou educadores e famílias, motivou as comunidades vizinhas.

Deste percurso resultaram três grupos corais, um por escola, de onde saem as vozes do Coro Infantil. São, assim, quatro estruturas a evoluir numa geografia alargada, orientadas pelo Serviço Educativo. Exploração de repertórios corais, composição colectiva e incentivo ao sucesso curricular são alicerces deste projecto.

Raquel Couto é a maestrina titular, enquanto Joana Castro é responsável pela técnica vocal e Jonas Pinho pela formação musical. Dalila Teixeira e Duarte Cardoso são pianistas acompanhadores.

Fonte: Casa da Música, 04 de setembro de 2023

Coro Infantil Casa da Música

Coro Infantil Casa da Música

Schola Cantorvm Colegiada de Cedofeita

Schola Cantorvm Colegiada de Cedofeita

Polifonia Tradicional Portuguesa

Após seis oficinas de canto a vozes com grupos de referência da polifonia tradicional portuguesa, realizadas nos distritos de Aveiro, Porto e Viana do Castelo, os grupos e os formandos reúnem-se para, em partilha, apresentarem as suas cantadas, cantas, cramóis, cantigas, modas e ternos em conjunto. No Encontro Concerto Final do Polifonias d’Agora e d’Outroa participam a 30 de outubro às 21:30 no Auditório do Conservatório de Música do Porto: Cantadeiras do NEFUP, Conjunto Etnográfico de Moldes, Cantadeiras do Vale do Neiva, GFUM – Grupo Folclórico da Universidade do Minho, Rancho Folclórico da Associação dos Amigos de Vilarinho das Quartas – Soajo e Grupo de Folclore “Terras de Arões”. Participam também os formandos das oficinas Polifonias D’Agora e D’Outrora