Santo Tirso e os seus festivais

Palheta Bendita, Gaita de fole
Festivais em Santo Tirso

Ciclos, temporadas, jornadas, simpósios, cursos, concursos, encontros e festivais de música e dança no Concelho

Palheta Bendita

De 14 a 16 de junho de 2024 decorre em Santo Tirso a 17ª edição da Palheta Bendita que traz consigo um elenco multicultural dedicado à World Music. O Parque Urbano de Geão volta a receber o Palheta Bendita, numa co-organização da Associação Cultural Tirsense e da Câmara Municipal de Santo Tirso. O festival, além de sustentar, uma vez mais, a sua posição de referência no circuito das mostras de construtores de instrumentos musicais, continua também a promover e a divulgar música folk de todo o mundo, enquanto património imaterial contemporâneo a preservar, através de concertos, palestras e oficinas.

Palheta Bendita, Gaita de fole

Palheta Bendita, Gaita de fole

25º Curso de Técnica e Aperfeiçoamento Instrumental

A ARTAVE tornou-se uma instituição académica de relevo na região e no país. Em 2024,  organizou, de 23 a 27 de Janeiro, o 25º Curso de Técnica e Aperfeiçoamento Instrumental. O curso reúne, mais uma vez, um conjunto de professores e instrumentistas de carreira internacional de excecional valia, estando representadas várias das mais importantes escolas europeias de ensino superior.

FIO – Festival Internacional de Órgão

O FIO decorre em Santo Tirso e Famalicão, numa área geográfica que tem a maior concentração de empresas do ramo da organaria em Portugal, e em ambos os concelhos são produzidos tubos e componentes de órgãos para alguns dos mais importantes órgãos do mundo. O FIO é um fio que une através da música de órgão os concelhos de Vila Nova de Famalicão e Santo Tirso, organizando recitais de órgão solo, órgão e canto e/ou instrumentos solistas, órgão e orquestra, órgão e dança… porque o órgão pode ser um instrumento solista ou de acompanhamento, um instrumento litúrgico ou de concertos, pode ser fixo ou portátil, medieval, renascentista, Barroco, romântico ou contemporâneo e, consequentemente, existe repertório para todos os tipos de instrumentos. ​

FIO - Festival Internacional de Órgão

FIO – Festival Internacional de Órgão

Com a direção artística de Rodrigo Teodoro de Paula, o FIO é organizado pela Tagus-Atlanticus Associação Cultural, uma associação cultural sem fins lucrativos que desde 2011 realiza eventos com o intuito de divulgar e promover a cultura e o património ibero-americano, e pela empresa JMS Organaria, fundada em 2015 e especializada na construção de tubos de palheta para órgãos e no restauro de instrumentos históricos. O FIO conta com o apoio das Câmaras Municipais de ambos os concelhos, para além de algumas empresas. Conta 9 edições em 2023.

Fonte: FIO, 19 de setembro de 2023

Festival Internacional de Guitarra de Santo Tirso

Em 2023 o histórico Festival Internacional de Guitarra de Santo Tirso, regressa com um formato inovador que visa a conquista de novos públicos e a abertura a outras linguagens artísticas.

Na sessão de apresentação do novo conceito, o presidente da Câmara Alberto Costa recordou que a última edição do Festival Internacional de Guitarra de Santo Tirso, considerado pela crítica especializada como um dos melhores do mundo, aconteceu em 2018, data em que celebrou o 25º aniversário. No ano seguinte, não se realizou para que o formato pudesse ser repensado, prevendo-se o regresso em 2020, o que não veio a acontecer devido à pandemia.

Cinco anos volvidos, o festival vai voltar a realizar-se, agora ao longo de cinco dias consecutivos, no espaço da Fábrica de Santo Thyrso, com várias novidades. Dentre elas, Alberto Costa destacou a aposta em três linhas de programação: os concertos de qualidade internacional, a formação e a abertura a novas linguagens artísticas, com destaque para o cinema.

“Durante o período de pausa, aproveitámos para amadurecer ideias, apelar à criatividade e trabalhar no sentido de reinventar este produto cultural, mantendo-lhe a identidade de uma marca de Santo Tirso”, explicou o autarca, que apresentou os três novos comissários artísticos do festival: Oscar Flecha (guitarrista, compositor e professor), Joaquim Pavão (realizador, compositor e guitarrista) e Horácio Tomé Marques (artista, músico e docente da ESMAD).

Além dos “concertos de guitarristas de grande virtuosismo e qualidade artística, reconhecidos a nível nacional e internacional, o espetáculo de encerramento do festival será para um público mais abrangente”, adiantou. “Estaremos assim a trabalhar na conquista de novos públicos para o Festival Internacional de Guitarra de Santo Tirso”, disse.

Já no que respeita à formação, Alberto Costa sublinhou que, além das tradicionais masterclasses, direcionadas para guitarristas e estudantes de guitarra, “haverá uma aposta na realização de atividades de alta qualidade artística, com vocação pedagógica, abrangendo o público escolar de todos os graus de ensino, e que poderão assumir formatos como concertos comentados, encontros com músicos, sessões de contadores de histórias, performances artísticas e exibição de filmes”.

No âmbito da abertura a novas linguagens artísticas, a programação do festival passa a incluir um ciclo de cinema, em articulação com um conjunto de encontros, exposições, palestras, pequenos concertos, performances e degustações gastronómicas, entre outros. “Estes momentos estarão ancorados num tema extraído do universo polissémico da guitarra, o qual será definido anualmente com um título que dará mote a toda a programação do evento”, explicou Alberto Costa, acrescentando que a palavra “Retornos” foi o tema escolhido para 2023.

Nesta edição, o destaque irá, também, para uma parceria com o Festival Guarnicê de Cinema, do Brasil, que vai contemplar a exibição de filmes sobre os cordofones beliscados. Esta ligação à 7ª Arte ficará, também, marcada pela estreia mundial do documentário “A Cidade da Guitarra”, realizado por Joaquim Pavão com o apoio do Município de Santo Tirso, e cujo primeiro excerto foi exibido na sessão de apresentação do festival.

A programação de 2023 vai incluir, ainda, Tecelagens Sonoras, que irão juntar as artes plásticas e a música à tradição da indústria têxtil de Santo Tirso, e iniciativas de media-arte, no âmbito de uma parceria com a Escola Superior de Media Artes e Design (ESMAD), entre outras.

Fonte: CMST

Festival Internacional de Guitarra de Santo Tirso

Festival Internacional de Guitarra de Santo Tirso

Cidnay International Masterclass Series

Cidnay International Masterclass Series é um evento com músicos de renome musical realizado em Santo Tirso sob a direção de João Álvares Abreu. Em 2022 decorre entre os dias 29 de agosto e 04 de setembro.

Cidnay International Masterclass Series

Cidnay International Masterclass Series