Tag Archive for: música em Vila Nova de Foz Côa

Festival de Poesia e Música de Foz Côa
Festivais em Vila Nova de Foz Côa

Ciclos, cursos, concursos, classes de aperfeiçoamento e festivais de música no Concelho

Festival de Poesia e Música de Foz Côa

O Centro Cultural de Vila Nova de Foz Côa recebe entre 21 e 25 de abril recebe aquele que, segundo a organização, é o mais antigo festival de poesia do país, fundado há 39 anos. Debates, encontros com autores, sessões escolares, leituras em palco e performances que combinam música e teatro integram a programação deste ano, com destaque para a homenagem ao poeta Nuno Júdice.

“Nesta edição do Festival o intuito principal é o mesmo da primeira edição: constituir-se como um espaço da palavra poética e uma oportunidade de encontro com os autores e de partilha entre várias gerações”, conta Jorge Maximino, fundador e director do festival.

Com um colóquio-homenagem a Nuno Júdice, um dos maiores poetas vivos da atualidade, a decorrer logo no dia de arranque, e que culmina com a apresentação do seu mais recente livro “Uma colheita de silêncios”, o festival volta a propor o contacto com o público em idade escolar, através da ida de vários autores (Fernando Pinto do Amaral, Nuno Camarneiro, Joana M. Lopes, M. G. Ferrey e o próprio Nuno Júdice) a escolas do concelho. “Parte do programa é pensada para o envolvimento da comunidade e a sua participação ativa, e ainda especialmente com sessões orientadas para os estudantes e para os docentes das escolas da região” explica o fundador.

O músico e compositor Luís Represas é também um dos nomes grandes que integra a programação, com uma conversa-concerto a decorrer no sábado, 22 de Abril, pelas 21h30, no Grande Auditório do Centro Cultural. Merecem igual destaque as leituras de Rui Spranger sobre a poesia portuguesa do século XX, a oficina “Letras de canções em foco” com Thierry Proença dos Santos e a participação musical de Blandino Soares e Carlos Pedro na Junta de Freguesia de Horta que inclui a colaboração especial de alguns estudantes do ensino secundário.

O último dia do festival faz-se na companhia da APURO que apresenta a partir das 15h00 o espetáculo “Cabral”, uma dramaturgia cénica que atravessa a vida e a obra de três autores transmontanos: António Cabral, Rui Cabral e António Manuel Pires Cabral que é, ele próprio, convidado desta edição com uma conversa encontro.

“Os princípios que norteiam a programação deste ano inscrevem-se na temática genérica “fragilidade e memória”, linha de trabalho que será glosada de forma especial no colóquio “Escrita e Memória na poesia de Nuno Júdice”” num evento de entrada livre, que celebra a arte da poesia e da música em Portugal, e nesta edição presta uma justa homenagem a um dos seus maiores poetas vivos.

O Festival de Poesia e Música de Foz Côa tem a organização da SOMA – Associação de Arte e Cultura em parceria com o Município de Vila Nova de Foz Côa, patrocinador principal, e conta em 2023 com o apoio da Direção Regional de Cultura do Norte.

Festival de Poesia e Música de Foz Côa

Festival de Poesia e Música de Foz Côa

Festival de Piano

O I Festival de Piano de Vila Nova de Foz Côa, que inclui concertos e classes de aperfeiçoamento, é organizado pela Coartes, e decorre no Centro Cultural de Foz Côa entre 20 e 22 de maio de 2022.

Festival de Piano

Festival de Piano

Côartes, 2019
Escolas de Música em Vila Nova de Foz Côa

Estabelecimentos do ensino especializado de música no Concelho. Em geral, as bandas filarmónicas também possuem a sua escola de música: veja ao fundo informação sobre as bandas de música do Concelho.

Côartes – Academia de Música

A Escolinha D’Artes, criada em 2009, teve como objetivos iniciais colaborar transversalmente com a escola (adaptação aos currículos), com os pais (educação/formação) e com a revalorização dos valores culturais locais e regionais.

A expressão de uma pluralidade cultural não tem sido vã. A pintura, o ballet, a música, o teatro, o futebol, karaté, o Zumba e a cerâmica foram e são algumas propostas que têm permitido essa ligação entre a prática artística (certificação de grau artístico) e a inserção responsável na comunidade através do incitar ao desenvolvimento da autoconfiança, do espírito de iniciativa e de inovação.

Em 2018, a Escolinha D’Artes dava continuidade à atividades anteriormente desenvolvidas, mas apresentava um novo projeto: “Côartes – Academia de Música”.

Promover, ensinar e explorar a veia musical de cada um através da aprendizagem de instrumentos musicais com professores especializados em cada instrumento e disciplina são alguns dos objetivos.

Com um numero (já) significativo de inscrições, nas mais diversas ofertas instrumentais, esta academia abriu as suas portas com 3 cursos disponíveis:

Infantil – Dirigido aos alunos com 3 a 5 anos de idade, com estrutura curricular personalizada num projeto escolar próprio, com a componente de iniciação musical abordando a prática instrumental, coro e formação musical.

Iniciação – Direcionado aos alunos que frequentam o 1.º Ciclo do ensino básico, com estrutura curricular personalizada num projeto escolar próprio, com componentes de formação musical, classe de conjunto, coro e instrumento.

Especializado – Com plano de estudos próprio, é dirigido aos alunos a partir dos 9 anos com as componentes de formação musical, Classe de conjunto, coro e instrumento.

Fonte: Câmara Municipal de Vila Nova de Foz Côa, 09-10-2018

Côartes, 2019

Côartes, 2019

Rancho Folclórico de Vila Nova de Foz Côa
Folclore de Vila Nova de Foz Côa

Grupos Etnográficos, Tradições e Atividades no Concelho

  • Região: Beira Alta (Beira Alta Serrana)
  • Distrito: Guarda
  • Concelho: Vila Nova de Foz Côa

01 grupos

  • Rancho Folclórico de Vila Nova de Foz Côa
Rancho Folclórico de Vila Nova de Foz Côa

O Rancho Folclórico de Vila Nova de Foz Côa tem procurado reviver as tradições mais genuínas da Beira Alta Serrana e do Alto Douro. Foi fundado em 1956 apresentando-se, pela primeira vez, no Porto, incorporado no cortejo dos Fenianos, onde apresentou cumprimentos ao jornal O Comércio do Porto. No decorrer de todos estes anos, o Rancho Folclórico de Vila Nova de Foz Côa tem feito várias atuações por todo o país e pelo estrangeiro, difundindo as danças, os cantares, os usos e os costumes do seu concelho, bem como os trajes característicos da região.

Os principais trajes do grupo são os seguintes: criadas de servir, noivos dos anos 30, trabalhador do campo, ceifeiras, trajes ricos e originais, camponesa pobre, aguadeiras, padeira, vindimadeira, lavadeira e trabalhador do xisto.

Rancho Folclórico de Vila Nova de Foz Côa

Rancho Folclórico de Vila Nova de Foz Côa

Banda Musical de Freixo de Numão
Bandas de Música de Vila Nova de Foz Côa

Bandas de Música, História e Atividades no Concelho

Banda Musical de Freixo de Numão

Banda Musical de Freixo de Numão

A Banda Musical de Freixo de Numão, do concelho de Vila Nova de Foz Côa, foi fundada em 1865. Das várias atividades que constam do programa comemorativo dos 150 anos, destacou-se uma sessão solene durante a qual terá havido distribuição de distinções e de diplomas e o lançamento de um livro com o historial da coletividade, romagem ao cemitério receção e desfile de bandas, almoço convívio e um concerto de bandas musicais no Largo da Devesa. As comemorações foram organizadas com o apoio o Município de Vila Nova de Foz Côa, da Junta de Freguesia de Freixo de Numão, do Museu da Casa Grande e da Direção Regional da Cultura do Norte.

O presidente da direção da Banda Musical de Freixo de Numão, Acácio Caeiro, que também é o regente, disse ao Jornal A Guarda que a banda tinha entre 40 a 50 elementos. “Ultimamente é que conseguimos chegar aos 50, porque até há uns anos, o máximo de elementos era de 30. Já houve outras bandas no concelho de Vila Nova de Foz Côa, mas desaparecerem e neste momento só existe a nossa. Por isso, tenho ido a essas Freguesias buscar elementos para a Banda, pois da terra teremos à volta de 30 elementos”. O músico mais novo tem 9 anos e o mais velho possui mais de 70 anos. A coletividade tem também a funcionar uma Escola de Música, frequentada por 17 crianças e jovens.

Acácio Caeiro contou que o maior volume de atuações, principalmente nos distritos da Guarda, de Vila Real e de Viseu, ocorre nos meses de Verão. “Também já temos ido a Lisboa e ao Porto”, disse, referindo que “nunca se proporcionou ir ao estrageiro”. A banda tem sede própria e a direção possui três carrinhas para transportar os músicos. Quando é necessário, também recorre ao autocarro da Câmara Municipal de Vila Nova de Foz Côa.

“Nos últimos anos, se não fosse a Câmara a ajudar, não sei se conseguiríamos sobreviver”, lembrou o dirigente. Quanto ao futuro, Acácio Caeiro diz que gostava que a Banda Musical de Freixo de Numão se mantivesse: “Eu queria ver se continuávamos a manter este nível e tentar melhorar um pouco mais. Gostava também de poder manter a Escola de Música a funcionar, porque é um ponto cultural para os jovens. A única coisa que temos em termos culturais será a Escola de Música”.

BMFN

Banda Musical de Freixo de Numão

Banda Musical de Freixo de Numão

Banda Filarmónica Cultural e Recreativa de São Caetano

Sediada na freguesia de Chãs, no concelho de Vila Nova de Foz Côa, a Banda Filarmónica Cultural e Recreativa de São Caetano é uma associação de natureza recreativa, cultural e filarmónica constituída a 16 de março de 1995.