Banda Velha União Sanjoanense, de Albergaria-a-Velha

Filarmónicas de Albergaria-a-Velha

História, bandas de música e atividades no Concelho

[ No que se refere às filarmónicas, o projeto Musorbis está apenas a começar, sendo previsível que até ao final do ano todas as bandas possam estar na plataforma. O processo pode ser acelerado com a cooperação dos interessados no que se refere a historiais e fotografias em falta. ]

Associação de Instrução e Recreio Angejense

Sob o nome da “Philarmónica Angejense”, a banda foi fundada em 1867. Como primeiro maestro teve o Padre António Santos, da Freguesia. Tendo sido elaborados e aprovados os seus Estatutos em 1909, a Philarmónica Angejense, passou a ser parte integrante Associação de Instrução e Recreio Angejense. Possui uma sede própria desde 1970, a qual foi gentilmente doada pelos Sócios Beneméritos Manuel da Valente e sua Esposa, Judite Rodrigues Martins.

Com cerca de 650 associados, prossegue hoje a sua atividade, mais do que nunca virada para a Banda de Música, Orquestra e Escola de Musica. A Escola de música forma novos músicos, gratuitamente para a manutenção da Banda e ao mesmo tempo é ocupação das crianças e jovens da terra. A Banda de Música é composta por 63 músicos de sopro e de percussão. Efetua concertos em varias localidades de norte a sul. Tem como responsável pela Banda de Musica e Orquestra o Maestro Nuno Santos e como Presidente da Direcção António Portela.

Banda Velha União Sanjoanense

A 1 de janeiro de 1826, foi fundada a Filarmónica de S. João de Loure, da Freguesia do mesmo nome, Concelho de Albergaria-a-Velha, Distrito de Aveiro, por António José de Andrade e os padres Alexandre da Silva e Joaquim Dias. Em 1911, atuou em Lisboa pela primeira vez. Em 1930 ganhou o Primeiro Prémio no Certame Nacional de Filarmónicas em Sernada do Vouga. Em 1934, foram visados os Estatutos no Governo Civil de Aveiro. Em 1972, adquiriu para sede própria um velho “Celeiro” brasonado, que pertenceu à Condessa de Anadia. Em 1981, exibiu-se em Lisboa, a favor da Colónia Balnear Infantil de “O Século”. Em 1986 foram revistos os Estatutos.

BFUS

Banda Velha União Sanjoanense, de Albergaria-a-Velha

Banda Velha União Sanjoanense, de Albergaria-a-Velha

Em 1989, foi renovado todo o instrumental. Em 1995, a Banda recebeu a Medalha de Ouro de Mérito Municipal. Em 1998, o Maestro Arnaldo Moreira da Costa assumiu a direção artística da Banda. Em 1999, foi fundada a Orquestra Juvenil da Banda que se estreou na Festa de Natal.

Em 2000, gravou pela primeira vez em CD e cassete; deu um concerto no Pavillion Joséphine em Estrasburgo, foi recebida no Salão Nobre da Câmara de Erstein e atuou em conjunto com a Filarmónica “Harmonie de Erstein”; desfilou integrada no Cortejo da Festa do Açúcar, em Erstein – Estrasburgo; participou no Jubileu Nacional dos Músicos em Fátima. Em 2001, recebeu a “Harmonie d’Erstein” e a Banda da PSP do Porto.

Em 2002, foram remodelados os Estatutos, gravou duas obras para integrarem o CD duplo intitulado “As melhores Bandas Filarmónicas da Região – Distrito Aveiro-sul”; deslocou-se à Ilha do Pico para atuar nas maiores Festas da Vila da Madalena, acedendo ao convite da Sociedade Filarmónica União e Progresso Madalense, dando assim início a intercâmbio cultural.

Em 2003, filiou-se no Inatel como “Centro de Cultura e Desporto”, foi declarada de Utilidade Pública; aatuou pela primeira vez em conjunto com o Grupo de Cantares Populares da Freguesia de S. João de Loure, interpretando arranjos inéditos de temas tradicionais portugueses.

Em 2004 atuou na Stadthall d’Endingen, Alemanha; participou ativamente na cerimónia oficial de assinatura da Geminação entre S. João de Loure e Erstein, culminando com a atuação em simultâneo das respetivas Bandas; assinou o “Pacto Universal de Amizade” com a “Harmonie d’Erstein”. Em 2005, inscreveu-se na Federação de Associações Musicais do Distrito de Aveiro como sócio efetivo; recebeu em S. João de Loure a Sociedade Filarmónica União e Progresso Madalense, no âmbito de intercâmbio cultural; estreou novo fardamento, na Festa de Nossa Senhora do Livramento; atuou no Europa-Park na Alemanha; deu um concerto no “Pavillion Joséphine” em Estrasburgo, onde lançou o novo CD, “O Moliceiro”, registo de combinação da música popular portuguesa interpretada pela Banda com as vozes do Grupo de Cantares Populares da Freguesia de S. João de Loure; atuou em conjunto com a “Harmonie d’Erstein” durante a cerimónia oficial de inauguração da “Rue de S. João de Loure” em Erstein. À noite, a mesma formação participou no Corso Florido e Iluminado do Festival do Açúcar com grande brilhantismo; animou a celebração litúrgica na Igreja de “Saint Martin” e à tarde a Orquestra Juvenil atuou perante numerosa assistência.

BFUS

Banda Velha União Sanjoanense, de Albergaria-a-Velha

Banda Velha União Sanjoanense, de Albergaria-a-Velha