Almada e os seus festivais

Concurso Internacional de Música Terras de Santiago
Festivais de Música em Almada

Ciclos, encontros, temporadas e festivais de música e dança no Concelho

Concurso Internacional de Música Terras de Santiago

Em 2021, o Concurso Internacional de Música “Cidade de Almada” passou a ser Concurso Internacional de Música Terras de Santiago. No seguimento do sucesso alcançado na primeira edição do Concurso Juvenil de Guitarra “Cidade de Almada”, a Academia de Música de Almada decidiu alargar esta iniciativa ao piano e internacionalizar o concurso de guitarra. O pretende tornar-se uma referência a nível nacional e ser um incentivo e um estímulo para todos os que estudam e trabalham nesta área do conhecimento, ambicionando extravasar o mero momento de competição através da realização de concertos, abrindo-se assim, à comunidade e envolvendo-se com esta. Vem desta forma colmatar a lacuna existente na região no que respeita a concursos de música de vertente juvenil com estas características, dando continuidade a toda uma história na área da Cultura Musical quer ao nível da produção quer ao nível da formação.

Concurso Internacional de Música Terras de Santiago

Concurso Internacional de Música Terras de Santiago

Festival de Música dos Capuchos

Sítio: festivalcapuchos.com

Fundado por José Adelino Tacanho (falecido em 2004), o Festival de Música dos Capuchos voltou a Almada, após um silêncio de duas décadas, pela mão do ilustre Filipe Pinto-Ribeiro, enquanto diretor artístico, e da Câmara Municipal de Almada, enquanto promotora.

A 1.ª edição do renovado Festival de Música decorreu no belo Convento dos Capuchos.

O Festival tem como ambição que Almada volte a ser referência nacional e internacional também na área na música clássica. Tendo como conceito “5 Séculos de História e 5 Séculos de Música”, pretende viajar pela excecional criação musical desses cinco séculos, valorizando a beleza do Convento, edificado em meados do séc. XVI.

Honrando o período “ativo” do Convento, desde a sua construção ao declínio com a extinção das ordens religiosas, um dos eixos programáticos escolhidos foi o repertório musical dos séculos XVI a XVIII, com o Renascimento, o Barroco, o Classicismo. Refletindo o restante período da história do Convento, escolheu-se também o repertório musical dos séculos XIX a XXI, do Romantismo à música contemporânea. Mas como a música ultrapassa sempre qualquer classificação imposta, a programação surpreende pela sua diversidade, envolvendo vários géneros musicais, e promovendo o cruzamento da música com outras artes.

Enquadrado na Estratégia Local para a Cultura, o festival é aberto a todos os almadenses e visitantes, uma iniciativa cultural de excelência, que pretende honrar a história das 21 edições passadas, projetando um futuro em que o Convento dos Capuchos seja internacionalmente reconhecido como espaço anfitrião da excelência musical, tornando Almada uma “capital das artes performativas”.

Almada é um território de muitos que nutre um profundo orgulho pela sua diversidade que viu nascer inúmeros talentos de todas as expressões artísticas.

(Inês de Medeiros, Presidente da Câmara Municipal de Almada, adapt.)

Durante as 21 edições do Festival, entre 1981 e 2001, sob a direção artística de José Adelino Tacanho, muitos foram os solistas e agrupamentos, nacionais e internacionais, que o abrilhantaram e a sua eclética programação era aguardada, ano após ano, com grande expectativa.

Vários são os concertos com repertório composto no período activo do Convento dos Capuchos, desde a sua construção em meados do séc. XVI ao seu declínio, com a queda da Casa dos Távoras e a extinção das ordens religiosas em 1834.

Como preâmbulo das jornadas musicais do Festival dos Capuchos, propõe-se ainda um ciclo de “Conversas dos Capuchos”, dedicadas a três centenários, que se celebram em 2021, de figuras nucleares da literatura universal: Dante, Baudelaire e Dostoievski.

(Filipe Pinto-Ribeiro, Director Artístico do Festival de Música dos Capuchos, excerto)

Festival de Música dos Capuchos

Festival de Música dos Capuchos

Festival de Jazz Manouche de Almada

O Festival de Jazz Manouche de Almada contribui para que esta música se estabeleça em Almada fazendo de cada um protagonista, com a responsabilidade de divulgar e perpetuar esta música e viajar com ela. Em 2022, decorre entre os dias 27, 28 e 29 de maio.

Sítio: cineincrivel.pt

Festival de Jazz Manouche de Almada

Festival de Jazz Manouche de Almada

Caparica Surf Fest

Sítio: www.facebook.com/caparicaprimaverasurffest

O Caparica Surf Festival é um Festival de Surf, Música e Skate. , com dias intensos dias de desporto e cultura e música.

Festival de Flamenco de Almada

O Festival de Flamenco de Almada é um evento que se realiza no Auditório Fernando Lopes Graça e que teve em 2020 a 16ª edição.

O Sol da Caparica

Realizado na Costa da Caparica, O Sol da Caparica é o maior festival nacional de Música em língua portuguesa.

O Sol da Caparica

O Sol da Caparica

Sons de Outono – Festival de Música de Almada

Os Sons de Outono são uma iniciativa da Agência para o Desenvolvimento Local NovaAlmadaVelha, Câmara Municipal de Almada e Cantabilefest, Associação Cultural.

O Seminário de São Paulo e a ermida de São Sebastião, em Almada, o Solar dos Zagallos, na Sobreda, o Convento dos Capuchos, na Caparica, o casino da Trafaria e a Igreja de Nossa Senhora de Fátima, no Laranjeiro, são os palcos dos seis concertos agendados da edição de 2021.