Banda Marcial de Almeirim

Bandas Filarmónicas do Concelho de Almeirim

História e atividades

[ No que se refere às filarmónicas, o projeto Musorbis está apenas a começar, sendo previsível que até ao final do ano todas as bandas possam estar na plataforma. O processo pode ser acelerado com a cooperação dos interessados no que se refere a historiais e fotografias em falta. ]

Banda Marcial de Almeirim

A Banda Marcial de Almeirim é uma associação sem fins lucrativos, fundada em 21 de maio de 1931. É uma das poucas organizações do Concelho de Almeirim exclusivamente vocacionadas para a prática de atividades de natureza cultural. A importância da sua função no contributo para a difusão e a formação musical entre a população do Concelho valeu-lhe o reconhecimento, em 1985, do estatuto de Pessoa Colectiva de Utilidade Pública.

O seu historial remonta ao século XIX, sob a designação de Banda Marcial Almeirinense, que registou como maior momento de glória a consagração como melhor banda do festival organizado em 1895 por ocasião do VII Centenário do Nascimento de Santo António de Lisboa. Foi extinta em 1908. Sob qualquer das designações, participou em numerosas atividades, desde romarias a encontros musicais. Promoveu  iniciativas de carácter cultural como o relançamento dos cortejos carnavalescos e de carácter exclusivamente musical como a participação no I Festival de Bandas promovida pela EDP em 1985.

Após o grande esforço realizado em 1997, traduzido na aquisição das atuais instalações, tem a Banda Marcial de Almeirim vindo a atravessar um período de crescimento, coincidente com a contratação, no início de 1998, do atual Maestro – Simões Ribeiro. Aumentou o número de participações em festas, romarias, e concertos organizados na sua sede. A Banda Marcial de Almeirim é composta por 42 músicos, na sua maioria jovens, e a Escola de Música que mantém em funcionamento conta com 20 alunos, dos quais 6 em fase de iniciação.

Em 1999 realizou cerca de 20 intervenções, entre desfiles, acompanhamento de procissões e concertos, número que cresceu para próximo das 30 em 2000. Neste ano destaque-se a participação no Desfile Comemorativo do 125º Aniversário da Associação Comercial de Santarém e os Concertos de Aniversário da BMA, os dois integrados nos programas da Almeirim-Feira e das Festas da Cidade, outro em conjunto com a Sociedade Filarmónica União Ribeirense, da ilha do Pico – Açores e o de Fim de Ano.

Em 2001 realizou 22 atuações, das quais se destacam quatro concertos integrados nas principais iniciativas e festas concelhias (Almeirim-Feira, Festas da Cidade e Pão, Vinho & Cª), os concertos comemorativos do 70º Aniversário da BMA, do Dia Mundial da Música (este em estreita colaboração com o Orfeão de Almeirim) e o do Fim de Ano, a participação no Encontro de Bandas Comemorativo do 130º Aniversário da Sociedade Filarmónica Benaventense.

BMA

Banda Marcial de Almeirim

Banda Marcial de Almeirim

0 comentários

Deixe um comentário

Quer participar?
Deixe a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *