MÚSICA À VISTA

Arte de temática musical no Concelho

Igreja Matriz de Alvito

“Sob a camada de azulejos de padronagem de meados do século XVII foram descobertos frescos que forram o corpo da igreja matriz do Alvito. São restos de uma campanha de fim do séc. XVI da oficina de José de Escovar com anjos músicos, que ocuparia a sanca das paredes do cruzeiro e se estenderia, talvez, ao arco triunfal.

José de Escovar, com oficina na Rua do Raimundo em Évora, foi o mais prolixo fresquista activo no Alentejo entre 1583 a 1622: conheço nada menos que três dezenas de igrejas, conventos e capelas decoradas por ele e sua oficina. Também pintava a óleo (em Vila Nova de Baronia, 1603), mas com muito menor êxito.” (Vítor Serrão)

Anjo músico

Frescos da Igreja Matriz de Alvito

Frescos da Igreja Matriz de Alvito, créditos Vítor Serrão

0 comentários

Deixe um comentário

Quer participar?
Deixe a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *