Sociedade de Instrução Coruchense
Filarmónicas de Coruche

Bandas de Música, História e Atividades no Concelho

BANDAS FILARMÓNICAS

Sociedade de Instrução Coruchense

Fundada a 9 de abril de 1896, a Sociedade de Instrução Coruchense mantém uma atividade ininterrupta a prestar o seu contributo formativo e cultural às gentes do concelho e regiões limítrofes. Artur Ferreira Peixoto (filho do Visconde de Landal) juntamente com outras figuras do concelho deram o mote para aquela que ainda se mantém como a mais antiga associação cultural do concelho de Coruche. A primeira vez que prestou honras musicais a uma alta individualidade ocorreu a 14 de janeiro de 1904, aquando da passagem do Rei D. Carlos na estação ferroviária de Coruche, por ocasião da inauguração da tão importante Linha de Caminho de Ferro Setil – Vendas Novas.

Realizou concertos com o tenor Carlos Guilherme ou com a fadista Ana Roque; os concertos temáticos de bandas sonoras com acompanhamento audiovisual; o concerto de Ano Novo de 2018 com a participação de várias classes de ballet, de entre as quais a classe de ballet da Escola de Música Nossa Senhora do Cabo (Linda-a-Velha), ou o concerto de Natal de 2014 subordinado ao tema “O Rapaz Chamava-se Scrooge”, uma adaptação original do conhecido conto de natal de Charles Dickens, com narração de José Sotero e arranjo musical de Alexandre Almeida.

Em 2016, por ocasião da comemoração dos seus 120 anos de existência, foi distinguida pela Câmara Municipal de Coruche com uma medalha de Mérito pelo seu notável papel como embaixadora da cultura do concelho.

SIC

Sociedade de Instrução Coruchense

Sociedade de Instrução Coruchense