Idanha-a-Nova e o seu folclore

Rancho Folclórico de Penha Garcia
Folclore em Idanha-a-Nova

Grupos Etnográficos, Tradições e Atividades no Concelho

  • Região: Beira Baixa (Beira Baixa Raiana)
  • Distrito: Castelo Branco

03 grupos

  • Rancho Etnográfico de Idanha-a-Nova
  • Rancho Folclórico de Monsanto
  • Rancho Folclórico de Penha Garcia
Rancho Folclórico de Monsanto

Criado a 11 de Abril de 1995, o Rancho Folclórico de Monsanto  é uma associação artística, cultural e recreativa. É composto por homens e mulheres do campo, estudantes, alguns funcionários públicos e empresários da Região.

O propósito do Rancho é preservar a pureza da arte popular, respeitando tradições de cantares e dançares do final do séc. XIX, princípio do séc. XX.

Tem atuado em Portugal de Norte a Sul, em festivais de folclore e outros para os quais é solicitado. Atuou na Expo 98, na praça “Moby Dick”, desfilando para milhares de pessoas na “Alameda dos Oceanos”, no Centro Cultural de Belém e na Feira Internacional de Turismo de Espanha “FITUR”.

Nos seu trajes, ainda consegue apresentar a noiva com traje mantilha, usando no ato do casamento e que servia também para cerimonias religiosas, o traje de capucha era usado pela pastora. Os restantes homens e mulheres vestem-se de “arraiano”- traje que antigamente era usado nas romarias e nos bailes.

Rancho Folclórico de Monsanto

Rancho Folclórico de Monsanto

Rancho Folclórico de Penha Garcia

O Rancho Folclórico de Penha Garcia foi fundado em 1983, com o objetivo de divulgar e preservar as tradições existentes em Penha Garcia.

Ao longo dos anos têm sido feitas várias recolhas de músicas e danças, junto das pessoas mais idosas, que ainda se lembravam como eram dançadas e cantadas, ao som da concertina e dos adufes, sempre em ambiente de trabalho rural ou de festa.

Os trajes que o grupo apresenta são réplicas da indumentária utilizada entre 1880 e 1915, como é o caso dos noivos, do traje domingueiro abastado e de domingueiro pobre, o traje de romeiro, de raianos e traje de trabalho.

O Rancho já participou em vários eventos de folclore de norte a sul do país, em Espanha, França e Malta, sendo um digno embaixador do concelho de Idanha-a-Nova.

Com a intenção de dar a conhecer os seus usos e costumes, realiza ao longo do ano diversas atividades etnográficas, nas quais recria a monda, a ceifa, o malhar, as idas às romarias, os bailaricos, o cantar das janeiras e os cantares quaresmais (passos, martírios, encomendação das almas, santos passos).

Rancho Folclórico de Penha Garcia

Rancho Folclórico de Penha Garcia