João Paias, percussionista, de Lagoa (São Miguel)
Músicos naturais do Concelho de Lagoa
(Ilha de São Miguel, Açores)

Projeto em desenvolvimento, o Musorbis aproxima os munícipes e os cidadãos do património musical e dos músicos do Concelho.

  • João Paias (percussionista, 1994)
  • Tavares Canário (compositor, 1866-1917)

João Paias

João Paias, percussionista, de Lagoa (São Miguel)

João Paias, percussionista, de Lagoa (São Miguel)

BANDAS FILARMÓNICAS

Sociedade Filarmónica Lira do Rosário da Lagoa

A SFLRL foi fundada em 1920, pelo Padre João Furtado Pacheco. É constituída por cerca de três dezenas e meia de músicos com idades entre os 12 e os 45 anos. Efetuou a primeira atuação 1920, nas Festas do Sagrado Coração de Jesus, sob a direção do maestro António Jacinto da Câmara e Silva.

Anima festas religiosas e profanas, bem como atos oficiais. A “Lira do Rosário”, ao longo da sua existência, teve a oportunidade de efetuar numerosas atividades, com destaque para os intercâmbios culturais que efetuou com os E.U.A., Canadá, Portugal Continental, Madeira, bem como com algumas ilhas do arquipélago dos Açores.

Realizou intercâmbios no Seixal, Bombarral, Ançã, Ponta do Sol e Calheta de Nesquim. Atuou em festas religiosas nos EUA, Canadá e ilha de Santa Maria. Participou no Concurso de Bandas no Teatro Micaelense e nos Festivais de Bandas realizados no Nordeste, Fenais da Luz e na Lagoa. Incorporou o conto no seu repertório, facto que serviu de inspiração a outras bandas.

Filarmónica Fraternidade Rural de Água de Pau

A 16 de janeiro de 1859, fundou-se a primeira banda de música na Vila de Água de Pau, designada por “União”. Em 1863, criou-se a segunda banda de música, denominada “Estímulo Artístico”, formada unicamente por artistas. Mais tarde, o nome da banda foi alterado para “Fraternidade Rural”, nome que ainda permanece. A terceira banda fundada em Água de Pau, por Luís Francisco do Couto, era chamada “Aliança”. Em 1883, o Padre Inácio Vieira inaugurou a quarta banda desta freguesia com o nome de “Amor da Pátria”. No entanto, convém salientar que todas estas bandas tiveram um percurso muito curto, desaparecendo com o passar dos anos.

A Banda Sociedade Fraternidade Rural foi a que permaneceu ao longo dos anos. O seu estandarte, de cor branca até meados do ano de 1933, passou para vermelho até 1964. Desta data até o ano de 1983, passou para verde. No entanto, de 1983 até aos dias de hoje é vermelho e foi bordado pelas irmãs de Maria Imaculada, de Vila Franca da Campo. O Hino da Autonomia foi tocado pela banda pela primeira vez no ano de 1981. Desde 1983, utiliza a Bandeira da Autonomia nas suas atuações. Entre os seus regentes contam-se nomes como Osório Augusto Machado, Manuel Resendes, José Eduardo Moniz e, o atual regente, João Resendes.

FFRAP

Filarmónica Fraternidade Rural de Água de Pau

Filarmónica Fraternidade Rural de Água de Pau

0 comentários

Deixe um comentário

Quer participar?
Deixe a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *