Sociedade Filarmónica 1º de Dezembro da Encarnação
Filarmónicas de Mafra

Bandas de Música, história e atividades no Concelho

  • Associação Filarmónica Cultural da Ericeira
  • Associação Musical Nossa Senhora do Livramento
  • Banda da Casa do Povo de Enxara do Bispo
  • Escola de Música Juventude de Mafra
  • Orquestra Sinfónica de Jovens da Junta de Freguesia de Santo Isidoro
  • Sociedade Filarmónica 1.º Dezembro da Encarnação
  • Sociedade Recreativa e Musical de Vila Franca do Rosário
Associação Filarmónica Cultural da Ericeira

A fundação da atividade filarmónica, a 6 de agosto de 1849, na Ericeira deve-se ao professor Joaquim Elisiário Ferreira, o tabelião António Agostinho da Costa Batalha e o frade egresso Frei Vicente de São Joaquim Rodrigues da Costa. Após a sua fundação, esteve sob a alçada de várias instituições e várias designações, até 1976. A atual Associação Filarmónica Cultural Ericeira (AFCE) surgiu a 27 de abril de 1987, como associação independente e gerida por estatutos e órgãos próprios. Está estruturada em três polos de atividade, e a banda da Filarmónica Cultural da Ericeira é o principal. Conta com a direção artística do maestro António Rosado desde 2018. A Academia de Música da Ericeira, reestruturada em 2018, conta atualmente com cerca de 40 alunos distribuídos por mais de 7 classes de instrumentos.

As participações em festivais internacionais e ciclos de música já fazem também parte da sua história, na qual se destaca o 2.º lugar em concerto e 3.º lugar em marcha, no 44.º Festival Internacional de Rasted (Alemanha), e a participação na Categoria C no Concurso de Bandas Ateneu Vilafranquense, em 2008. Em 2015 a Banda da AFCE, esteve presente na comemoração dos 80 anos da Fundação INATEL.

Em 2016, a banda da AFCE editou o seu primeiro CD, “Renascer”, com o apoio da Câmara Municipal de Mafra, da Junta de Freguesia da Ericeira e da Caixa Crédito Agrícola de Mafra. Em 2017 apresentou na Basílica do Palácio Nacional de Mafra o novo fardamento, que utiliza os tons de azul e dourado para simbolizar a vila da Ericeira, através das cores do seu mar, areais e ainda remeter para a vertente histórica e cultural do concelho, na sua ligação ao período dos descobrimentos.

Filarmónica Cultural Ericeira

Filarmónica Cultural Ericeira

Além dos apoios da Câmara Municipal de Mafra e da Junta de Freguesia da Ericeira, a AFCE realiza colaborações constantes com o Palácio Nacional de Mafra, a Paróquia de São Pedro da Ericeira, o Conservatório de Música de Mafra e outras instituições culturais do concelho.

Edifício Atlântico, Parque de Santa Marta
Largo de Santa Marta, 2655-357 Ericeira

Associação Musical Nossa Senhora do Livramento

A Azueira até ao inicio da última década do séc. XIX não tinha Banda de Música. Era então prior da Freguesia o Padre Francisco Gonçalves Morais que unindo-se a várias pessoas interessadas da sua paróquia resolveram fundar a Sociedade Filarmónica Capricho Azueirense. As dificuldades financeiras eram tais que alguns artesãos, existentes na Freguesia, sob a sua orientação, construíram alguns dos instrumentos musicais. O padre Francisco desempenhou simultaneamente as funções de regente e professor de música.

No início da década de quarenta do século passado devido a grandes dificuldades económicas e carência de novos músicos, a Banda foi interrompida durante quarenta anos. Por iniciativa de Firmino Adão Canhoto, que incentivou e pedindo a colaboração de um grupo de pessoas da Freguesia, fundou-se a 10 de junho de 1984, um novo agrupamento musical. O seu primeiro professor foi o 1º Sargento Fernando Franco que com flautas de bisel iniciou cerca de 80 jovens na atividade musical. Em 1986 foram adquiridos os primeiros instrumentos musicais. Em 11 de Maio de 1987 foi registada oficialmente com o nome de Associação Musical Nossa Senhora do Livramento.

A Associação Musical é constituída pela escola de iniciação musical e pela banda constituída atualmente por 35 elementos. O professor de iniciação musical é Marcolino Ferreira e a regência da banda está entregue ao 1º Sargento Pedro Simão. Tem recebido o apoio do Governo Civil de Lisboa, Câmara Municipal de Mafra, Junta de Freguesia de Azueira, população da Azueira, INATEL e empresas várias. Tem atuado em muitas localidades de norte a sul do país.

Casa do Povo
Largo Quinta do Campo, n.º 1, 2665-015 Azueira

Banda da Casa do Povo de Enxara do Bispo

Escola de Música da Casa do Povo de Enxara do Bispo

Escola de Música da Casa do Povo de Enxara do Bispo

Escola de Música da Casa do Povo de Enxara do Bispo

Casa do Povo de Enxara do Bispo
Rua da Junta de Freguesia, n.º 19, 2665-053 Enxara do Bispo

Escola de Música Juventude de Mafra

A Banda da Escola de Musica Juventude de Mafra (E.M.J.M.) nasceu da boa vontade de algumas pessoas, amigas da vila. Os colaboradores e professores vieram da já extinta Banda da Escola Prática de Infantaria, e o objectivo era voltar a ter uma Banda de Música em Mafra. A Banda foi fundada em 1981, integrou inicialmente e até 1989 os Bombeiros Voluntários de Mafra. A primeira aula foi dada no dia 6 de maio de 1981, a cerca de 100 aprendizes e a primeira atuação aconteceu a 17 de julho de 1983. Constituiu-se em associação Escola de Música Juventude de Mafra, por escritura de 12 de outubro de 1990. Desde 8 de dezembro de 1992 encontra-se instalada no Complexo Cultural Quinta da Raposa em Mafra.

Na direção da banda e ensino na Escola de Música destaca-se o trabalho dos maestros António Matias, Eduardo Freire e Manuel Rua, a nível de direção da Banda e de ensino nesta Escola de Música. Outra figura incontornável é o Professor Vítor Reis. A Escola de Música Juventude de Mafra participa com regularidade em festivais de bandas no nosso país, em regime de intercâmbio cultural. Internacionalmente deslocou-se por duas vezes à cidade de Leimen (Alemanha), cidade geminada com Mafra.

Tem um CD (Ecos do Convento) gravado em 2008, sendo este o primeiro registo discográfico efetuado por uma Banda Filarmónica no Concelho de Mafra.

A Escola de Música Juventude de Mafra é constituída pela Banda (com cerca de 55 músicos formados nesta Escola) e por uma Academia com cerca de quarenta alunos com idades entre os quatro e os setenta anos. A Academia divide-se em Oficina de Música (alunos entre três e oito anos), Formação Musical, Classe de Conjunto, Madeiras, Metais,Violino, Viola, Piano e Percussão. A Direcção Pedagógica da Academia e a regência da Banda são da responsabilidade do Maestro Hernâni Santos desde 2012.

EMJM

Banda da Escola de Música Juventude de Mafra

Banda da Escola de Música Juventude de Mafra

Complexo Cultural da Quinta da Raposa
Largo Coronel Brito Gorjão, 2640-465 Mafra

Orquestra Sinfónica de Jovens da Junta de Freguesia de Santo Isidoro

Criada em 2010 e inaugurada em setembro de 2011, a jovem a Orquestra Sinfónica de Jovens da Junta de Freguesia de Santo Isidoro é constituída por jovens da freguesia e do concelho de Mafra. É constituída por quatro naipes, cordas, sopros madeiras, sopros metais e percussão. É acompanhada por 4 professores com bastante conhecimento musical e formação académica.

OSJJFSI

Orquestra Sinfónica de Jovens da Junta de Freguesia de Santo Isidoro

Orquestra Sinfónica de Jovens da Junta de Freguesia de Santo Isidoro

Edifício da Antiga Escola Primária
Rua da Escola Primária, 2640-088 Santo Isidoro

Sociedade Recreativa e Musical de Vila Franca do Rosário

A Sociedade Recreativa e Musical de Vila Franca do Rosário foi fundada por Francisco Leonardo Nunes da Mota, em 1896, com a designação de “Fanfarra Progresso”, sendo constituída por 11 músicos, regidos por António dos Santos Dinis. Anos mais tarde passou a chamar-se “Sociedade Recreativa”, com 22 elementos e com regência do Maestro Melo. Até 1942 foi dirigida por Joaquim José Esteveira. Até 1983, a atividade da banda foi interrompida devido a carências financeiras. Nesse ano foi reativada por Maria da Nazaré da Silva e Álvaro de Almeida, que iniciaram a Escola de Música. A Sociedade foi reinaugurada em 01 de outubro do mesmo ano, com a designação atual. Luís Filipe Moreira é o seu atual maestro. Desde a reativação, a Banda tem atuado em diversos locais, dentro e fora do Concelho, em festas e romarias. Possui cerca de 300 sócios e 39 executantes.

SRMVFR

Sociedade Recreativa e Musical de Vila Franca do Rosário

Sociedade Recreativa e Musical de Vila Franca do Rosário

Rua José Alexandre de Matos, n.º 8, 2665-419 Vila Franca do Rosário

Sociedade Filarmónica 1º de Dezembro da Encarnação

A Sociedade Filarmónica 1º de Dezembro da Encarnação é uma banda filarmónica portuguesa composta por 50 músicos com direção artística a cargo do maestro Artur Rouquina. É uma banda centenária, sendo a mais antiga do Município de Mafra, a segunda mais antiga do Distrito de Lisboa e uma das mais antigas do País.

Faz parte da sua atividade a participação em procissões religiosas, concertos e desfiles. Possui  uma escola de música com cerca de 30 alunos, orientados por Paulo Simões, músico profissional, formado na banda, assim como pelo ex-maestro Luís Moreira.

Largo Francisco Pereira Galantinho, 2640-232 Encarnação

Sociedade Filarmónica 1º de Dezembro da Encarnação

Sociedade Filarmónica 1º de Dezembro da Encarnação