Filarmónicas de Mondim de Basto
Filarmónicas de Mondim de Basto

Bandas de Música, História e Atividades no Concelho

Banda Filarmónica Mondinense

A Banda Filarmónica Mondinense está inativa desde 1985.

O autor mondinense José Teixeira da Silva apresentou, no dia 15 de março de 2021, na Biblioteca Municipal e perante uma numerosa plateia, a sua obra “Banda Filarmónica Mondinense”.

O serão abriu com uma pequena demonstração musical protagonizada pela Orquestra de Sopros da Academia de Artes de Chaves, seguindo-se a apresentação do livro com intervenção do Presidente da Câmara, Humberto Cerqueira e da Vice-Presidente, Teresa Rabiço, que aproveitaram a ocasião para revelar que a autarquia já iniciou contactos para revitalizar a Banda Filarmónica Mondinense, desativada desde 1985.

Convidado a apresentar este livro, o poeta e escritor Luís Jales de Oliveira, enalteceu as qualidades de diversas personalidades mondinenses nas diferentes áreas artísticas, exaltando o orgulho de pertença à comunidade mondinense.

José Teixeira da Silva pretendeu perpetuar a história da banda filarmónica mais antiga do país, transpondo para o livro os pormenores da sua formação, as pessoas que a integravam e a importância que teve na vida social de Mondim de Basto.

O Grupo de Fados de Mondim encerrou a noite com um pequeno concerto que dedicou ao autor do livro, mas também a antigos elementos da Banda Filarmónica Mondinense que quiseram marcar presença.

Filarmónicas de Mondim de Basto

Filarmónicas de Mondim de Basto

Desativada desde 1985, foi noticiado em 2015 pela TSF que Autarquia pretendia revitalizá-la em breve.