Escola de Musica Tradicional do Larouco
Escolas de Música no Concelho

Em 2015, a Câmara de Montalegre anunciou a criação da Escola de Musica Tradicional do Larouco como objetivo promover o ensino da gaita-de-foles e de precursão tradicional para pessoas de todas as idades – informou a agência Lusa a 30 de setembro desse ano.

A escola abriria portas no dia 10 de outubro e as aulas decorreriam às sextas-feiras e aos sábados, na vila de Montalegre, distrito de Vila Real.

O vice-presidente do município, David Teixeira, salientou que esta escola é a “concretização um sonho que, ao longo de vários anos, foi ganhando corpo” e lembrou que este género musical “faz parte da identidade e das origens” das gentes locais.

“A gaita-de-foles tem a ver com a cultura celta enraizada neste território, tem a ver com os pastores e a montanha e a nossa identidade, com a presença de cultura castreja neste território”, afirmou à agência Lusa.

David Teixeira disse que a aldeia de Pitões das Júnias “sempre teve um grupo de gaiteiros”, no entanto, referiu que, nos últimos anos, muitos dos seus músicos tiveram que sair do concelho à procura de emprego.

“Agora queremos dar oportunidade de formação a mais pessoas e fomentar o aparecimento de outros grupos de animação que durante o ano possam abrilhantar as nossas festas”, frisou.

A iniciativa nasceu de uma parceria entre a autarquia, a Academia de Artes de Chaves e a Associação Projeto Enraizarte.

Para Marcelo Almeida, diretor da Academia de Artes, Montalegre “é exemplo na forma de gerir e investir na cultura tradicional”.

“Abrir esta escola é, também, descentralizar para um local com muita tradição oral e musical”, acrescentou.

Por sua vez, Gorete Carneiro, do Ecomuseu de Barroso, salientou que esta é uma “oportunidade única”, sobretudo para “transmitir às novas gerações a identidade musical da região”.

O objetivo era abrir duas turmas na escola, uma para toda a comunidade e outra dirigida aos mais novos. Por isso mesmo, o projeto foi apresentado pelos professores nos diferentes ciclos de ensino do Agrupamento de Escolas Doutor Bento da Cruz. Numa fase inicial, estava previsto o curso funcionar com três disciplinas nucleares (formação musical, classe conjunto e instrumento).

A Academia de Artes de Chaves tinha-se tornado recentemente na primeira e única escola do país autorizada a lecionar gaita-de-foles e percussão tradicional na disciplina de instrumento da componente de formação técnica do plano de estudos do curso profissional de Instrumentista de Sopros e Percussão.

Escola de Musica Tradicional do Larouco

Escola de Musica Tradicional do Larouco