Sociedade Musical Nisense
Filarmónicas de Nisa

Bandas de Música, História e Atividades no Concelho

  • Sociedade Filarmónica Alpalhoense
  • Sociedade Musical Nisense
Sociedade Filarmónica Alpalhoense

A Banda de Alpalhão foi fundada em 1860 e passou a Sociedade Filarmónica Alpalhoense em 1930. A banda terá sido fundada em 1847, mas não se conhece com rigor a data certa da sua fundação. Terá feito a sua primeira atuação numa segunda-feira de Páscoa, dia em que se festeja a romaria da Senhora da Redonda.

Sociedade Filarmónica Alpalhoense

Sociedade Filarmónica Alpalhoense

Entre 1911 e 1916, a banda enfrentou o espectro da extinção. Foi reativada em 1922, no 3º domingo de Janeiro, dia da festa do Mártir São Sebastião, e não mais interrompeu a atividade.

Sociedade Filarmónica Alpalhoense

Sociedade Filarmónica Alpalhoense

Ao longo da sua existência a Banda teve vários maestros, entre os quais Dom Segundo (maestro espanhol) que dirigiu a Banda de 1902 a 1910; senhor Galamba, de 1910 a 1916; Manuel Amaro, na década de 1930; José dos Anjos, de 1946 a 1965; senhor Portalete, até 1970; José Nabo, até 1979. Seguiram-se na orientação musical da Banda, Maria Manuela Bagulho, o maestro Edmundo Manaças, Humberto Damas, estando a regência entregue, desde 2012 a João Mergulhão.

Sociedade Musical Nisense

Precursora da Banda Municipal de Nisa e da Sociedade Musical Nisense, a Sociedade Phylarmonica Nizense nasceu em outubro de  1844. Atuou diversas vezes em Espanha, participou na inauguração da linha ferroviária da Beira Baixa e em 1909, saiu para a rua para recolher auxílio para as vítimas do violento terramoto que assolou o País. Em 1913, conquistou o 1º. Prémio num Concurso a nível regional.

Sociedade Musical Nisense

Sociedade Musical Nisense

A 1ª Guerra Mundial (1914-1918), a depressão económica dos anos 20 e a 2ª Guerra Mundial (1939-194) refletiram-se na Banda. Nos finais dos anos 1960 deu-se a desintegração, com um período de inatividade até 1981, altura em que recomeçou pela mão do Maestro António Maria Charrinho, que, com cerca de 60 crianças e jovens, reconstruiu a Banda. Esta criou estruturas e autonomias próprias, recebendo variados convites para atuações. Hoje, para além da Banda, existe a Escola de Música, Orquestra Ligeira, Grupo de Música popular e Grupo de Dança Moderna.

Sociedade Musical Nisense

Sociedade Musical Nisense