Oliveira de Azeméis e os seus órgãos de tubos

Igreja Matriz de Oliveira de Azeméis
Órgãos de tubos do concelho de Oliveira de Azeméis

De acordo com as informações disponíveis, existem no Concelho os seguintes órgãos:

Igreja Paroquial de Madaíl

[ São Mamede ]

Igreja Matriz de Madaíl

Igreja Matriz de Madaíl

A porta principal do templo é encimada por uma mísula que segura o padroeiro, São Mamede, apoiado sobre as cabeças de um casal de leões. A imagem do orago é de granito, majestosa, e sobressai por o ornato arquitetónico do frontispício ostentar, com magnificência, uma rosácea. Com a igreja matriz antiga desmoronada em 1938, o padre Manuel Soares de Albergaria, que também impulsionou outras obras em Madaíl, fez diligências a fim de conseguir terreno e verbas para arrancar com as obras de construção da atual matriz.

Fonte: CMOA

Igreja Matriz de Oliveira de Azeméis

[ São Miguel ]

Igreja Matriz de Oliveira de Azeméis

Igreja Matriz de Oliveira de Azeméis

A Igreja Matriz de Oliveira de Azeméis é um edifício de arquitetura religiosa tardo-maneirista, de planta longitudinal, composto por nave única flanqueada por duas torres sineiras e capela-mor retangular a que se adossam duas sacristias também retangulares. De linhas sóbrias mas elegantes, demonstrando a grande capacidade dos construtores rurais do início do séc. XVIII, todo em cantaria lavrada entre 1719 e 1729, ostenta uma frontaria austera, revestida de azulejo artístico e voltada para nascente. Sobressai desta frontaria um grande nicho, sobre o frontão da portada, em que se expõe uma movimentada composição escultórica do padroeiro, S. Miguel, obra do século XVIII, representando o padroeiro, em atitude esbelta, derrubando o Espírito do Mal, homúnculo de feições hediondas e pés de bode. Apresentam-se ainda, nesta frontaria seis janelas de lintel e cornija, sendo duas de vidros coloridos; e um óculo na empena, sobre o qual se ergue uma Cruz de Cristo, entre duas solenes torres sineiras. Na fachada lateral rasgam-se, de cada lado, um portal de frontão semicircular interrompido no primeiro piso e 4 janelões chanfrados. O seu interior é composto por uma nave única, coro-alto assente em arco abatido onde se rasgam dois pequenos batistérios, lambril de azulejos, dois púlpitos quadrangulares com sanefa e duas capelas colaterais com frontões semicirculares e retábulos de talha dourada. O arco triunfal está enquadrado por uma estrutura de cantaria, com pilastras colossais rematadas por pináculos e frontão triangular interrompido, tendo capelas laterais anexas, com retábulos de talha dourada. A cobertura é em abóbada de berço sobre cornija corrida. A capela-mor apresenta um retábulo joanino em talha dourada, da autoria do portuense Luís Pereira da Costa, um trono central e estatuária nos intercolúnios laterais e finalizando este conjunto, uma imponente tela, representando a Ressurreição, do portuense Marques da Silva.

Fonte: CMOA

Enquadramento do órgão

Órgão do coro alto Órgão da Igreja Matriz de Oliveira de Azeméis

Órgão da Igreja Matriz de Oliveira de Azeméis

Órgão no coro alto

Órgão da Igreja Matriz de Oliveira de Azeméis

Órgão da Igreja Matriz de Oliveira de Azeméis

Consola do órgão

Consola do órgão da Igreja Matriz de Oliveira de Azeméis

Órgão da Matriz de Oliveira de Azeméis

Existe na igreja um órgão Augusto Joaquim Claro (Braga), de dois teclados manuais e pedaleira com 12 registos [ II+P; 12], construído em 1905, reparado pela Oficina e Escola de Organaria em 1993, opus 4.

Igreja Paroquial [ de Pinheiro ] da Bemposta

[ São Paio ]

Igreja Matriz de Pinheiro da Bemposta

Igreja Matriz de Pinheiro da Bemposta

Sob o Orago de São Paio, este templo religioso foi edificado provavelmente no ano de 1701. Certo é que um documento refere que a igreja atual já existia em 1708. Situa-se a poucos metros do cruzeiro, numa pequena elevação. Os alicerces da igreja antiga forram arrancados para a construção do cemitério em 1867.

Igreja Paroquial de Ul

[ Santa Maria Maior ]

Igreja Matriz de Ul

Igreja Matriz de Ul

Situada na confluência dos rios Ul e Antuã e fronteira ao Castro, a Igreja Paroquial, ou de Santa Maria, foi edificada em 1790. O templo assenta sobre plataforma de um raro monumento romano ou romanizado, de onde foram exumados dois preciosos padrões: o marco miliário da milha XII e o Terminus Augustalis, o qual se encontra embutido na parede exterior da sacristia.

Coro alto e órgão

Órgão da Igreja Matriz de Ul

Órgão da Igreja Matriz de Ul

Clique AQUI para saber mais sobre o órgão.