Igreja de Alqueidão da Serra, Porto de Mós

Órgãos de tubos do concelho de Porto de Mós

Porto de Mós tem uma história riquíssima que remonta provavelmente à pré-História, apresenta vestígios da ocupação romana, foi conquistado pelos muçulmanos e reconquistado no tempo de D. Afonso I. “O Castelo de Porto de Mós, também referido como Castelo de D. Fuas Roupinho, localiza-se na freguesia de Porto de Mós – S. João Baptista e S. Pedro, concelho de Porto de Mós, distrito de Leiria, em Portugal. Erguido sobre um outeiro, em posição dominante sobre a povoação, o seu nome está ligado ao de D. Fuas Roupinho, imortalizado nos versos de Luís de Camões e na lenda da Nazaré.” Em termos de órgãos de tubos, de acordo com a informação disponível, existe no concelho de Porto de Mós um instrumento no Alquidão da Serra.

Igreja Matriz do Alqueidão da Serra

Igreja de Alqueidão da Serra, Porto de Mós

Igreja de Alqueidão da Serra, Porto de Mós

Construída no século XVIII, a Igreja Paroquial de Alqueidão da Serra tem sofrido várias intervenções de restauro nos últimos trinta anos. Ainda assim, dos cinco altares iniciais, construídos em pedra da região, restam apenas três. Destacam-se os dois símbolos de fogo na parte superior de cada lado, convergindo para o centro, e a imagem de S. Francisco, esculpida em madeira e datada do século XIX.

Fonte: CMPM

A Igreja Paroquial do Alqueidão da Serra dispõe de um órgão de tubos histórico de tipo ibérico (positivo de armário), com teclado de 45 notas, fole manual e florão ornamental em talha dourada. É uma peça valiosa e única no património histórico e cultural do Município. O órgão histórico do século XVIII é o mais antigo do Concelho de Porto de Mós.

Órgão de armário

Órgão de tubos da igreja de Alqueidão da Serra

Órgão de tubos da igreja de Alqueidão da Serra

0 comentários

Deixe um comentário

Quer participar?
Deixe a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *