Daniel Resende, saxofonista, de Resende
Músicos do Concelho de Resende

Projeto em desenvolvimento, o Musorbis aproxima os munícipes e os cidadãos do património musical e dos músicos do Concelho.

  • Daniel Ferreira (saxofonista)
  • Flávio Oliveira (compositor)
  • Mário Pinto (trompetista na OCM)
  • Vítor Resende (maestro, compositor)
Daniel Ferreira

Natural de São Cipriano, Resende, Daniel Lourenço (1998) é um jovem e talentoso saxofonista. Apesar da sua curta carreira, Daniel conta já com mais de 10 prémios em diversos concursos e já se apresentou a solo na sala Guilhermina Suggia, na Casa da Música no Porto.

A concluir a licenciatura na famosa classe de Arno Bornkamp e Willem Van Merwijk, no Conservatório de Amesterdão, Daniel Ferreira já se apresentou em diversas salas em Portugal e na Holanda, como Het Concertgebouw Amsterdam, TivoliVredenburg Utrecht, Muziekgebouw Eindhoven, Fundação Calouste Gulbenkian, Teatro Municipal Baltazar Dias entre Muitas outras.

Daniel Resende, saxofonista, de Resende

Daniel Resende, saxofonista, de Resende

A nível da pedagogia, Daniel já foi convidado a dar classes de aperfeiçoamento em vários locais como o Conservatório de Coimbra, Conservatório da Madeira e Conservatório de Braga.

É cofundador do Maat Saxophone Quartet, um quarteto de saxofones português residente na Holanda, com o qual apresenta uma intensa atividade no âmbito da Música de câmara. Maat já obteve diversos prémios em concursos nacionais e internacionais, como o Prémio Jovens Músicos da RTP/Antena 2, Storioni International Competition em Eindhoven ou Grachtenfestival Competition em Amesterdão. Recentemente foram selecionados para a final do Dutch Classical Talent onde irão ter uma digressão de 13 concertos nas melhores salas de concerto da Holanda em Janeiro de 2022.

Ainda com o Maat Saxophone Quartet, é aluno do NSKA – Academia de Quartetos de Cordas Holandesa – onde tem oportunidade de trabalhar com quartetos de cordas famosos, como o Quarteto Danel (França) ou Luc-Marie Aguera, Membro do antigo Quarteto Ysaye.

É chefe de naipe dos saxofones da Banda Sinfónica Transmontana e colabora ainda com a Banda Sinfónica Portuguesa, como Músico convidado.

Daniel Ferreira reside em Amesterdão e, em Abril de 2020, lançou o seu primeiro CD juntamente com o Maat Saxophone Quartet, com a editora 7 Mountains Records Amsterdam.

Bio facultada por Daniel Ferreira, publicada a 01 de abril de 2021.

Flávio Oliveira

Flávio Oliveira teve a sua primeira aula de composição particular com o maestro Orlando Rocha. Mais tarde, trabalhou com Samuel Peruzzolo em Composição no Curso Profissional de Instrumentista de Sopro e Percussão, em Cinfães (Viseu).

Em 2020, compôs pela primeira vez para a Banda Filarmónica e Sinfónica a sua primeira marcha de Procissão “Ao São Martinho do Campo”. Ao longo de 2020 conseguiu atingir bandas de Norte a Sul do País e Ilhas com o seu repertório. Em janeiro de 2021, escreveu a sua primeira obra sinfónica “Njord”. Ainda nesse  mês, estabeleceu um protocolo como compositor residente da Associação Filarmónica União Verridense.

O seu repertório conta com diversas marchas, tais essas de rua, de procissão, de concerto e passodoble’s, nas quais:

Marchas de Procissão

  • Ao São Martinho do Campo
  • Invictus Deo
  • Mater Magna
  • Domina Fortis
  • Et Coniunctus
  • In Memorium
  • Mártir São Sebastião de Verride

Marchas de Rua

  • Família Teixeira
  • O Mineiro
  • Família Dunão

Marcha de Concerto

  • O boémio da Velha Cabra

Passodobles

  • O Oliveira
  • Winds from Spain
  • Anjo da Guarda;

Obra Sinfónica

  • Njord – Deus Nórdico do Mar;
    Sars19 – The Extramination
  • Tiago Resende (regente de banda)
Flávio Oliveira, compositor, de Resende

Flávio Oliveira, compositor, de Resende

Vítor Resende

Vítor Resende iniciou a atividade musical aos 8 anos de idade, na Banda Musical de S. Cipriano “A Nova”. Foi músico executante de Trompete durante 13 anos e de seguida, de Percussão/Bateria. Foi músico convidado por diversas orquestras e bandas filarmónicas e participou, também, em festivais em França, Belfort e Barcelona. Esteve presente em diversos estágios e classes de aperfeiçoamento, entre eles: II Estágio da Banda Sinfónica da Covilhã, Banda da Covilhã: 25/03/2008 – 27/03/2008 e 21/02/2009 – 23/02/2009 e I e II Estágio da Orquestra de Sopros e Percussão da Academia de Música de Lamego.

Foi também professor convidado, de Percussão, na Masterclass da Banda de Salzedas. Leciona aulas de Percussão, Madeiras e Metais na Escola de Música da Banda Musical de S. Cipriano “A Nova” e também aulas de Bateria/Percussão na Academia de Música de Resende e ainda aulas de Formação Musical.

Vítor Resende, regente de banda

Vítor Resende, regente de banda, compositor

A nível do seu reportório, como compositor, tem à escolha das bandas filarmónicas um vasto leque de opções desde marchas graves a peças ligeiras: “Aeternum”- marcha de procissão, “Armindo Lamas” – marcha de rua, “Domingos Barros” – PasoDoble.

Fonte: Segundo Samuel Sequeira, Vítor Resende, Mário Pinto e Daniel Ferreira são todos da mesma aldeia, todos com formação nas bandas da aldeia de S. Cipriano – “Aldeia da Música”.

2 comentários
  1. Vítor Resende
    Vítor Resende says:

    Boa noite.
    Parabéns pela iniciativa e divulgação.
    O curriculum está desatualizado, posso enviar um atualizado e com as informações todas.
    E, por favor, corrijam o nome.
    Um abraço, Vítor Resende.

    Responder

Deixe um comentário

Quer participar?
Deixe a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *