Banda Filarmónica de São Brás de Alportel
Filarmónicas de São Brás de Alportel

Bandas de Música, história e atividades no Concelho

Banda Filarmónica de São Brás de Alportel

A Banda Filarmónica de São Brás de Alportel começou por ser uma Banda de Metais, criada em 1996 por proposta do presidente da direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de São Brás de Alportel, Armando Filipe Ventura, ao então Presidente da Câmara Municipal, José de Sousa Pires a partir de uma ideia do Capitão Neves, do Exército de Salvação.

Em 2003, por questões legais, desvinculou-se dos Bombeiros e a 5 de junho de 2003, Zeferino Ferreira, com um grupo de amigos, constituiu a Associação Cultural e Recreativa Escola de Música Sambrazense – ACREMS, sendo atualmente o seu presidente honorário.

A 27 de julho de 2006, foi decidido extinguir a Banda de Metais e transformar o grupo na Banda Filarmónica de São Brás de Alportel. Retomou-se assim a tradição na vila, já que tinha existido uma filarmónica até aos anos 1950/60. No dia 25 de março de 2007 (comemoração dos 50 anos do Tratado de Roma), a Filarmónica apresentou-se pela primeira vez em público, sob a regência do maestro Cornelis Ros.

Após a sua saída, foi contactado o professor Albano Neto que se prontificou a assumir a direção musical, a reformular e administrar aulas na escola de música, a partir de outubro de 2007, função que assume até hoje. Atualmente, a banda filarmónica continua em formação e é composta por cerca de 26 músicos, quase todos provenientes da sua escola de música.

Nesta escola são ensinados instrumentos de sopro de metal, madeiras e percussão por quatro professores habilitados e é frequentada por cerca de 40 alunos. As aulas e os ensaios realizam-se na Oficina dos Sons, sendo a banda o grupo residente deste espaço cultural.

Banda Filarmónica de São Brás de Alportel

Banda Filarmónica de São Brás de Alportel

A Banda já se apresentou em várias localidades do Sul e Centro do País e em França, num intercâmbio com o Centre Musical Municipal e a Harmonie des Mineurs de Roche La Molière (Município geminado com São Brás de Alportel). Através da sua escola de música é ainda dinamizado, desde 2009, a tempo parcial e desde 2018, a tempo inteiro, o projeto “A Banda vai à Escola”, uma parceria com o Município e Agrupamento de Escolas.

Currículo facultado pelo maestro Albano Neto, a 24 de fevereiro de 2021