Rancho Folclórico da Vila de Cano, Sousel
Folclore em Sousel

Grupos Etnográficos, Tradições e Atividades no Concelho

  • Região: Alentejo – Alto Alentejo
    Distrito: Portalegre
    Concelho: Sousel

02 grupos

  • Rancho Folclórico da Vila de Cano
  • Rancho Folclórico e Cultural de Santo Amaro
Rancho Folclórico da Vila de Cano

Em 1953 apresentou-se pela primeira vez, na vila de Galveias, o então denominado Rancho Folclórico da Casa do Povo de Cano. Fundado com o objetivo de mostrar ao país e ao mundo, os costumes e tradições do povo canense, este agrupamento afirmou-se desde a primeira hora no panorama etno-folclórico nacional como um dos mais fiéis embaixadores do folclore do Alto Alentejo.

Tem participado, e por várias vezes, nos mais prestigiados festivais nacionais e internacionais de folclore em Portugal Continental e Ilhas. No plano internacional o Rancho do Cano, como é também conhecido, atuou por diversas vezes em Espanha, Itália, Alemanha, França, Bélgica, Áustria, Dinamarca e Polónia.

Foi agraciado com várias distinções, prémios, louvores e condecorações oficiais em Portugal e em vários países da Europa.

O Rancho do Cano conta ainda com várias participações em programas televisivos desde 1960, em canais portugueses e estrangeiros, gravou três discos e participou em vários espetáculos nas mais relevantes feiras, festas e romarias e é membro fundador da Federação do Folclórico Português.

O Rancho Folclórico da Vila de Cano esteve inativo entre 1998 e 2011. Em 2012, um conjunto de antigos componentes do grupo, orgulhosos do passado do seu grupo e movidos pela mesma determinação e vontade em não deixar morrer as tradições canenses lança o desafio á juventude da terra e em conjunto deram corpo ao ressurgimento do Rancho do Cano.

Vindos do Alto Alentejo, duma terra abundante em água e onde a grande propriedade dá lugar ao minifúndio; onde as extensas searas de trigo e as terras de barro ilustravam a paisagem; onde a produção de azeite abunda e a agricultura era o principal fator de subsistência, o Rancho do Cano apresenta no seu repertório diversas danças e cantares bem característicos da Vila do Cano, em momentos de trabalho ou de festa e de onde se destacam variadas modas de saias, bate o pé no chão, mazurca, chotices, salto e bico, o jogo do pau e os dois passinhos entre muitas outras que faziam a delícia dos nossos avós.

O Rancho Folclórico da Vila de Cano interpreta as suas modas envergando diferentes trajes de domingar e de trabalho do primeiro quartel do século XX, pretendendo mostrar em palco como os rapazes e raparigas de antigamente cantavam e bailhavam em outros tempos nesta típica vila do Alto Alentejo.

Foi convidado para integrar o episódio do Alto Alentejo da Série Documental «O Povo que ainda canta» do realizador Tiago Pereira.»

Rancho Folclórico da Vila de Cano, Sousel

Rancho Folclórico da Vila de Cano, Sousel

Rancho Folclórico e Cultural de Santo Amaro

Santo Amaro é uma freguesia do concelho de Sousel, distrito de Portalegre, região do Alto Alentejo, terra de costumes e tradições, que se vão transformando de dia para dia. Um grupo de jovens e adultos sentiu o desafio de não deixar morrer as tradições populares que também fazem parte do património cultural do povo de Santo Amaro e do Alentejo. Assim nasceu, em 1986, o Rancho Folclórico e Cultural de Santo Amaro. O grupo tem como finalidade mostrar como se dançava e como trajavam os nossos antepassados, no vasto reportório musical predominam os viras e as saias, uma dança que caracteriza o Alto Alentejo.

O grupo continua a recolha junto das pessoas mais idosas da freguesia e divulga a cultura da sua terra de norte a sul do país, bem como no estrangeiro.