Artigos

Coro Etnográfico de Almeida
Música no Concelho de Almeida

Música, músicos e tradições do Concelho

Casa da Música de Almeida

O Jornal A Guarda noticiou em 2014 que a Câmara Municipal de Almeida iria inaugurar a Casa da Música de Almeida, no Arrabalde de S. Francisco, no dia 9 de novembro de 2014, pelas 15 horas. O programa começaria com a assinatura do protocolo entre a autarquia e o Coro Etnográfico de Almeida, a que se seguiria a abertura da Sala de Leitura Literária/ Musical. Do programa fazia também parte a apresentação do livro “Raízes do meu sentir” do Padre Álvaro Terreiro, seguida de conferência de Arnaldo Saraiva. A cerimónia termina coma atuação do Coro Etnográfico de Almeida.

Coro Etnográfico de Almeida

O Coro Etnográfico de Almeida, com vertente de danças, cantares, lendas e orfeão, é dirigido pelo maestro Paulo Sérgio Marques.

CEA

Coro Etnográfico de Almeida

Coro Etnográfico de Almeida

Paulo Marques

Paulo Marques, regente de coros

Paulo Marques, regente de coros

Bernardo Terreiro, padre, compositor, de Almeida
Músicos naturais do Concelho de Almeida

Projeto em desenvolvimento, o Musorbis tem como objetivo aproximar dos munícipes os músicos e o património musical.

  • Bernardo Terreiro (composição)

Bernardo Terreiro

Bernardo Terreiro, padre, compositor, de Almeida

Bernardo Terreiro, padre, compositor, de Almeida

Salmos Harmonizados para Orfeão

Salmos Harmonizados para Orfeão, de Bernardo Terreiro

Salmos Harmonizados para Orfeão, de Bernardo Terreiro

Salmos Responsoriais de Bernardo Terreiro

Salmos Responsoriais do Pe. Bernardo Terreiro

Salmos Responsoriais do Pe. Bernardo Terreiro

Bernardo Terreiro

O Padre Bernardo Terreiro do Nascimento nasceu em Almeida. Com uma longa carreira sacerdotal, toda a sua vida foi dedicada ao ensino da música, nos seminários e nas escolas e, por fim, na Escola Superior de Educação da Guarda. Regeu vários coros da região, incluindo o Coro Etnográfico de Almeida. A sua dedicação à música popular levou-o a efetuar a recolha e a harmonização do cantos populares de Riba Coa, num outro álbum, com letras e músicas – «Património Musical de Riba Coa» (1999).

O álbum com os salmos para as missas em vernáculo, contendo a letra conforme ao Missal em uso em Portugal e a música harmonizada pelo Padre Bernardo Terreiro, foi apresentado no dia 13 de janeiro de 2008, no salão da Igreja Paroquial de São Domingos de Benfica. Trata-se de uma excelente obra musical e gráfica, muito ilustrada com reproduções de telas da pintora Evelina Coelho, algumas delas já expostas em igrejas das nossas terras. Coube a Pinharanda Gomes, por insistência do Padre Bernardo, proceder à apresentação da obra, à assembleia que por completo enchia o salão, mas a verdadeira apresentação decorreu quando o Coro Laudate, dirigido pelo Maestro José Vieira, interpretou 20 dos salmos constantes da obra e, também da interpretação a instrumental pelo Trio Surpresa do Professor Cassiano Pereira, o copista das pautas para impressão.

Música litúrgica, sagrada, pronta para servir às paróquias que disponham de um grupo coral, seja amador, seja regular, e seja pequeno ou grande, podendo o coro ser substituído pelos fiéis, desde que ligeiramente ensaiados, e desde que haja um solista que entoe o salmo para que os fiéis possam responder com o refrão. Obra notável da nossa música litúrgica, numa época em que ainda se fazem necessárias experiências para criar músicas destinadas aos textos litúrgicos em língua portuguesa, pois o canto gregoriano serve muito bem ao latim, mas é complicado vergá-lo às línguas vernáculas. Cantem, pois, as Paróquias as melodias sacras do Padre Terreiro, já glória da Raia.” (Carta Dominical, opinião de Pinharanda Gomes)

Fonte: Capeia Arraiana