Artigos

Grupo Coral Feminino “As Andorinhas do Rosário”, Almodôvar
Grupos Corais de Almeirim

Grupos, história e atividade

  • Grupo Coral “Amigos do Rosário”
  • Grupo Coral e Etnográfico “Flores do Campo”
  • Grupo Coral e Etnográfico “Mondadeiras de Santa Cruz”
  • Grupo Coral e Etnográfico “Vozes de Almodôvar”
  • Grupo Coral e Instrumental da Câmara Municipal de Almodôvar
  • Grupo Coral Feminino “As Andorinhas do Rosário”
  • Grupo Coral Feminino “Ceifeiras da Semblana”
  • Grupo Coral “Vozes da Aldeia”
  • Vozes de Almodôvar
Grupo Coral “Amigos do Rosário”

Formado em 2013, o Grupo Coral “Amigos do Rosário” é um dos mais recentes grupos corais do Concelho. Surgiu da vontade de unir as mais belas vozes masculinas do Rosário num Grupo Coral da Freguesia, tendo em conta que no Rosário só havia um grupo feminino. Na sua génese, o Grupo contava com 8 elementos. Com o sucesso do grupo e a dinâmica que gerou no Rosário, hoje integra 20 elementos. Desde a  primeira atuação, atuou para o 1.º Ministro, Pedro Passos Coelho, e para António José Seguro, na OVIBEJA. Apresentou-se na Casa do Alentejo, no Santuário de Fátima e em vários eventos organizados pelo Município de Almodôvar. Tem por missão a divulgação do Concelho de Almodôvar e do Cante Alentejano.

GCAR

Grupo Coral “Amigos do Rosário”

Grupo Coral “Amigos do Rosário”

Grupo Coral e Etnográfico “Vozes de Almodôvar”

O Grupo Coral e Etnográfico “Vozes de Almodôvar” surgiu em 1999. Nesta data houve um convite a alguns membros dos antigos grupos, para a formação de um novo grupo coral que viesse a representar Almodôvar no Cortejo Etnográfico de S. João, a 24 de junho de 1999. As “Vozes de Almodôvar” são hoje compostas por 20 elementos exímios na arte de cante. Contam com um CD gravado que se intitula de “Cante”. No vasto currículo do grupo participou no Cortejo Etnográfico de São João, no programa de televisão “Praça da Alegria” em 1999; no programa Recantos da RTP 2 em 2008, na primeira Feira dos Municípios de Montanha, na cidade da Covilhã em 2000. Esteve em muitas outras representações a nível local, concelhio e nacional.

GCEVA

Grupo Coral e Etnográfico "Vozes de Almodôvar"

Grupo Coral e Etnográfico “Vozes de Almodôvar”

Grupo Coral e Etnográfico “Flores do Campo”

A história do Grupo Flores do Campo começou no Verão de 2010 em que após uma atuação na Praça da República conjunta se avizinhava o fim de um dos grupos corais. Numa tentativa de contrariar esta situação e consolar o ensaiador, Joaquim Brás, uma das vozes femininas que agora acompanham o Grupo, D. Bete Cristina, decidiu convidar algumas pessoas que se encontravam no local para formar um novo grupo. O Grupo Coral Flores do Campo conta com cerca de 20 membros, tendo a sua primeira atuação acontecido no dia 4 de agosto de 2010.

Grupo Coral e Etnográfico “Mondadeiras de Santa Cruz”

Apresentado a 23 de junho de 1999, em Almodôvar, o Grupo Coral “As Mondadeiras” de Santa Cruz é um coro misto que se organizou por ocasião do São João, em  1999, quando a freguesia participou num desfile etnográfico. Primeiro cantaram a sós, conforme podiam e sabiam, mas passados dois anos, o Mestre Manuel Vinagre, passou a ser seu ensaiador, afinando-lhes as vozes, fidelizando os estilos, orientando as entradas. O grupo tem como hino “Nós somos as mondadeiras”.

Grupo Coral e Instrumental da Câmara Municipal de Almodôvar

O pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Almodôvar formou o Grupo Coral e Instrumental em 1993, com o objetivo de divulgar a música popular alentejana, a nível nacional e internacional, e promover o intercâmbio deste género de grupos entre as regiões. É constituído por cerca de 15 elementos que utilizam alguns dos instrumentos mais populares com predominância do bandolim, da harmónica, das violas e da percussão. O repertório assenta fundamentalmente, no cancioneiro do Baixo Alentejo, com a capacidade de realizar espetáculos com a duração de hora e meia, a 2 horas. O grupo já realizou mais de uma centena de atuações por todo o País, contando ainda com três espetáculos em Toronto e Montréal, no Canadá. O grupo editou um trabalho discográfico e prepara o segundo CD.

Grupo Coral Feminino “As Andorinhas do Rosário”

Tudo começou no dia 24 de Junho de 1999 na festa de São João, onde iria haver uma participação de vários grupos com o objetivo de representar os mais variados trajes e utensílios tradicionais e também os cantares alentejanos da nossa região. O Grupo uniu-se e decidiu também participar representando assim a sua terra, o Rosário, com onze elementos, na altura. Desde aí nunca mais pararam e foram surgindo vários convites para atuações de onde se destacam a Casa do Alentejo, Oeiras, Ervidel, Relíquias, também alguns lares de 3ª Idade, em várias rádios locais, por todo o concelho de Almodôvar nos vários eventos culturais e recreativos, entre outras. Neste momento o grupo é composto por treze elementos e tem como finalidade a divulgação da música tradicional portuguesa e sua expansão para que esta nossa riqueza nunca seja esquecida.

GCFAR

Grupo Coral Feminino “As Andorinhas do Rosário”, Almodôvar

Grupo Coral Feminino “As Andorinhas do Rosário”, Almodôvar

Grupo Coral Feminino “Ceifeiras da Semblana”

Este grupo surgiu, em 2001 quando três mulheres frequentavam um curso de pintura e nele começaram a cantar partindo daí a ideia de se juntarem. O nome dado ao grupo apareceu porque os elementos que o integraram gostavam muito dos trajes das ceifeiras que trabalhavam na Semblana. Fundado oficialmente em 2003, o Grupo Coral “Ceifeiras da Semblana” é composto por 12 elementos e tem como hino ”Eu sou uma alentejana”. Tem aproximadamente 45 cantigas no seu repertório, de onde existe uma preferência em cantar aquelas cujas letras têm normalmente a ver com o concelho, com o distrito ou com a Semblana. Já gravaram um CD, juntamente com os grupos corais “As Mondadeiras de Santa Cruz” e “As Andorinhas do Rosário” mas é conhecida a sua ambição em gravar outro só da sua autoria.

GCFCS

Grupo Coral Feminino “Ceifeiras da Semblana”

Grupo Coral Feminino “Ceifeiras da Semblana”

Grupo Coral “Vozes da Aldeia”

O Grupo Coral “Vozes da Aldeia” é o mais recente grupo coral do Concelho, criado no dia 7 de maio de 2014, data do seu primeiro ensaio. Reúne as mais belas vozes da Aldeia dos Fernandes e nasceu da vontade de reativar o antigo grupo da Freguesia de Aldeia dos Fernandes, desativado em inícios dos anos 90. Integra membros do antigo grupo que, entretanto, estiveram no ativo em outros grupos corais, nomeadamente em Ourique e em grupos de emigrantes, no estrangeiro. É uma iniciativa da Associação de Solidariedade Social da Aldeia dos Fernandes, apoiada pela Junta de Freguesia. O atual grupo é composto por 20 homens, ensaiados por Pedro Mestre.

GCVA

Grupo Coral “Vozes da Aldeia”

Grupo Coral “Vozes da Aldeia”

Fontes do Musorbis Folclore:

No Musorbis foram revistos todos os historiais de grupos etnográficos. Para facilitar a leitura, foram retirados pormenores redundantes e subjetivos, e foram corrigidos erros de português.

Orquestra Clássica de Almodôvar
Música e músicos no Concelho de Almodôvar

Almodôvar é um município português pertencente ao distrito de Beja, região do Alentejo e sub-região do Baixo Alentejo, com cerca de 7449 habitantes. O município de Almodôvar, com sede na vila do mesmo nome, tem 777,88 km² de área e 7449 habitantes, subdividido em 6 freguesias.

Orquestra Clássica de Almodôvar

Dirigida pelo maestro Ricardo Carvalho, a Orquestra Clássica de Almodôvar é constituída por 25 jovens residentes nos concelhos de Almodôvar e Castro Verde.

OCA

Orquestra Clássica de Almodôvar

Orquestra Clássica de Almodôvar

OUTROS AGRUPAMENTOS

Cantares da Meia-noite

O projeto Cantares da Meia Noite tem como objetivo dar a conhecer ao público as modas que se cantavam e bailavam e que ainda se cantam na região do campo branco. O grupo é formado por 4 elementos que se apresentam com alguns instrumentos bem tradicionais como bandolim, a viola campaniça, a viola portuguesa ou a harmónica.

Grupo Beira Serra

O Grupo Beira Serra começou com uma brincadeira em que alguns amigos se juntavam animando festas particulares, almoços ou matanças de porcos. A aceitação foi surpreendente e determinou um maior empenho por parte do grupo, que começou a atuar em espetáculos em toda a região. Apesar de já contar com um vasto repertório musical que passa essencialmente por uma música simples. É constituído por António Gonçalves (viola campaniça e vozes), Manuel Godinho (guitarra e vozes), Augusto Ramos (percussão e vozes) e Celina Marques (voz).

Grupo de Música Popular “Os Malteses”

O Grupo de Música Popular “Os Malteses” foi formado em 1986, em Almodôvar. Composto por oito elementos, com uma forte aposta nos jovens talentos da zona, dedica-se à pesquisa e divulgação da música portuguesa, não só do Alentejo, mas também de outras regiões do País. Tem um repertório que engloba, além da música popular e tradicional, temas originais, alguns dos quais tentam aliar a música popular à música mais de vanguarda. Têm algumas centenas de espetáculos realizados em espetáculos, em bares e discotecas, ou ao ar livre. O seu segundo CD tem por título “Vagueando”.

Duo T – Kontraste

O Duo T – Kontraste é um grupo que em cada espetáculo proporciona ao público uma vasta e contrastante seleção de géneros musicais complementados com boa disposição e alegria em palco. O duo T – KONTRASTE tem no seu repertório: música latina, brasileira, kizomba, pop-rock, e a boa música portuguesa, e alguns inéditos. É composto por pianista e vocalista/guitarrista, profissionais do mundo da música.

Igreja do Convento de Nossa Senhora da Conceição

Órgãos de tubos do concelho de Almodôvar

De acordo com as informações de que dispomos, os órgãos de tubos existentes no Concelho são os seguintes:

Igreja do Convento de Nossa Senhora da Conceição

[ da Ordem Terceira de São Francisco ]

Igreja do Convento de Nossa Senhora da Conceição

Igreja do Convento de Nossa Senhora da Conceição

Situado a este da vila, o Convento de Nossa Senhora da Conceição pertencia à Ordem Terceira de S. Francisco e foi fundado em 1680 por Frei Evangelista, lançando-se a primeira pedra a 2 de setembro daquele ano. Todos os seus altares são de talha dourada de finais do século XVII e princípio do século XVIII. O teto da capela-mor está pintado com imagens alusivas à Imaculada Conceção de Maria e sua Assunção aos céus, sendo que esta capela contém ainda três quadros: um com o presépio e dois relacionados com o Casamento da Santíssima Virgem com S. José. Por baixo dos quadros existem dois extensos painéis de azulejos policromados com temáticas marianas. A igreja tem apenas uma pequena torre sineira, no frontispício.

Fonte: CMA

À entrada do templo está colocado um órgão de tubos, de estilo oriental com decoração de chinoiserie em alusão à evangelização franciscana por terras orientais.

Capela-mor

Órgão da Igreja do Convento de Nossa Senhora da Conceição

Órgão da Igreja do Convento de Nossa Senhora da Conceição

Em tribuna, lado da Epístola: órgão de um teclado manual [ I ; (8+9) ] de autor desconhecido, do século XVIII, restaurado pela Oficina e Escola de Organaria, (Pedro Guimarães e Beate von Rohden), em 2017, opus 71.

A Oficina e Escola de Organaria encontrou uma data de 1748 no interior mas o instrumento tem algumas particularidades como:
fachada com tubos de madeira
fachada típica “hamburguesa” com torre central octogonal e laterias
triangulares.
puxadores típicos da organaria norte-alemã.
– meio-registo interior da ME Fagote 8′ com bainhas e soquetes de madeira (reconstruído segundo as medidas do órgão Uhlenkampf da Igreja do Lóios de Évora)
– todos os registos divididos
– trombeta horizontal da MD

O órgão foi reinaugurado em concerto por Fernando Miguel Jalôto a 21 de julho de 2017.

Tribuna e órgão

Órgão da Igreja do Convento de Nossa Senhora da Conceição

Órgão da Igreja do Convento de N. S. da Conceição

Montra do Órgão

Órgão da Igreja do Convento de Nossa Senhora da Conceição

Órgão da Igreja do Convento de N. S. da Conceição

Manual

Órgão da Igreja do Convento de Nossa Senhora da Conceição

Órgão da Igreja do Convento de N. S. da Conceição

Manúbrios dos registos

Órgão da Igreja do Convento de Nossa Senhora da Conceição

Órgão da Igreja do Convento de N. S. da Conceição

Tubos

Órgão da Igreja do Convento de Nossa Senhora da Conceição

Órgão da Igreja do Convento de N. S. da Conceição

Anjo músico

Órgão da Igreja do Convento de Nossa Senhora da Conceição

Órgão da Igreja do Convento de N. S. da Conceição

Anjo músico

Órgão da Igreja do Convento de Nossa Senhora da Conceição

Órgão da Igreja do Convento de N. S. da Conceição