Artigos

Rancho Folclórico de Alter do Chão "As Ceifeiras"
Folclore em Alter do Chão

Grupos Etnográficos, Tradições e Atividades no Concelho

  • Alentejo (Alto Alentejo)
  • Distrito: Portalegre
  • Concelho: Alter do Chão

01 grupos

Rancho Folclórico de Alter do Chão “As Ceifeiras”

O Rancho Folclórico de Alter do Chão “As Ceifeiras” iniciou a sua atividade em 1981 numa coletividade de nome Grupo Alterense de Cultura. Passado pouco tempo passou a pertencer á Casa do Povo, com o nome de Rancho Folclórico da Casa do Povo de Alter do Chão. Alguns anos se passaram e foram extintas as casas do povo, passando estas a pertencer à Segurança Socia. Obrigado a criar a sua própria coletividade, passou a ter o nome de Rancho Folclórico de Alter do Chão “As Ceifeiras”.

Continuou sem interrupção as suas atividades folclóricas, participando de norte a sul em festivais de folclore nacionais e internacionais, como em Elvas nos festivais Povos de todo o mundo, na Expo 98, Espanha, França e muito recente São Miguel (Ponta Delgada). Fez um vídeo da ceifa ao vivo, levando a efeito uma exposição de trajes, que serviu para copiar os trajes que usam. E, como não podia deixar de ser, também as suas músicas, cantigas e danças são o resultado de um grande trabalho de recolha. É filiado no INATEL e membro da Associação de Folcloristas do Alto Alentejo.

Rancho Folclórico de Alter do Chão "As Ceifeiras"

Rancho Folclórico de Alter do Chão “As Ceifeiras”

Banda Municipal Alterense
Filarmónicas de Alter do Chão

Bandas de Música, História e Atividades no Concelho

Banda Municipal Alterense

Provavelmente iniciada em 03 de julho de 1896, a Banda foi oficialmente fundada, com alvará assinado pelo Rei D. Carlos, em 14 de agosto de de 1906 com a designação de Real Philarmónica Alterense.

Por motivos de mudança política em 1910, a Banda começou a designar-se a partir de 15 de Agosto de 1911 por Philarmónica Alterense, passando a Banda Municipal Alterense em 05 de março de 1934, designação que mantém.

Banda Municipal Alterense

Banda Municipal Alterense

Instituição de Utilidade Pública, foi ainda distinguida com a medalha do Concelho de Alter do Chão. Apresentou-se em diversas atuações pelo País (entre as quais a participação na Expo – 98, nas comemorações do Dia de Portugal em Viseu no ano 2000, na Casa do Alentejo em Lisboa, e uma atuação para a Radio Antena 1), e no Estrangeiro. Ao longo da história, a Banda foi servida por centenas de músicos, alguns regentes e várias direções.

Sob a orientação técnica do Regente Virgílio Adriano Mouro Vidinha, conta com quatro dezenas de executantes. A Banda Municipal Alterense faz parte da Federação de Bandas do Distrito de Portalegre. A Praça de Touros de Alter do Chão é propriedade da Banda Municipal Alter.

Banda Municipal Alterense

Banda Municipal Alterense

Ricardo Godinho, direção, de Alter do Chão
Músicos de Alter do Chão

[ Serviço público sem financiamento público, o Musorbis foi lançado em dezembro de 2020. O processo de inserção de dados pode ser acelerado com a cooperação dos músicos no que se refere a currículos e fotografias em falta. ]

Ricardo Godinho

Ricardo Godinho nasceu a 14 de outubro de 1985, em Alter do Chão. Com 14 anos, iniciou a aprendizagem musical na Banda Municipal Alterense. No ano seguinte, frequentou o XVIII Curso Internacional de Aperfeiçoamento para Jovens Músicos promovido pela INATEL – Instituto Nacional de Aproveitamento dos Tempos Livres. Nesse ano ingressou na classe de Trombone de Zeferino Pinto, na Escola Profissional de Artes da Beira Interior (Covilhã), onde concluiu os Cursos Básico de Instrumentista (2003) e Instrumentista (2006). De 2007 a 2011 ficou responsável pela Escola de Música da Banda Municipal Alterense.

Ricardo Godinho

Ricardo Godinho, direção, de Alter do Chão

Ricardo Godinho, direção, de Alter do Chão

Em 2013 integrou o Kiitos@21st Century Preschools, projeto de iniciação à língua inglesa e orientação musical na educação pré-escolar, implementado nos jardins-de-infância do Agrupamento de Escolas de Ponte de Sor. Na sequência da candidatura ao Programa Erasmus +, estuda “The Art of Music Education according to the Edwin E. Gordon’s Music Learning Theory”, no Audiation Institute (Itália).

Em 2020 concluiu a licenciatura em Música – variante Formação Musical, Direção Coral e Instrumental, na Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco (2020).

Na sua formação enquanto instrumentista de Trombone de Varas, participa em classes de aperfeiçoamento com Nuno Scarpa (GMS), Severo Martinez (OSP), Enrique Crespo (German Brass), Jacques Mauger (OFN), Riccardo Cassero (OSB), entre outros.

Frequentou formações na área de Direcão Coral/Instrumental com maestros tais como Carlos Marques, Gonçalo Lourenço, João Paulo Janeiro, José Oliveira, Hernho Park, Robert Holian.

Queres destacar-te? Clica AQUI.

Destaca-te no Musorbis

Destaca-te no Musorbis

Igreja da Misericórdia de Alter do Chão

Órgãos de tubos do concelho de Alter do Chão [ 1]

De acordo com as informações disponíveis, existem órgãos de tubos nas seguintes igrejas do Concelho:

Igreja da Misericórdia de Alter do Chão

Igreja da Misericórdia de Alter do Chão

Igreja da Misericórdia de Alter do Chão

Localizada junto à EN 245, a Igreja de Misericórdia de Alter do Chão é um edifício religioso de arquitetura barroca e rococó com nave, capela-mor e camarim, e Hospital adossado.  Tem retábulo-mor de planta convexa em mármore.

Órgão da Igreja da Misericórdia de Alter do Chão

Órgão da Igreja da Misericórdia de Alter do Chão

Órgão da Igreja da Misericórdia de Alter do Chão

Órgão da Igreja da Misericórdia de Alter do Chão

Localizado no coro alto encontra-se um órgão de armário, órgão histórico com um teclado manual de oitava curta construído por D. Pascoal Caetano Oldovino, no ano de 1780.