Artigos

Sociedade Filarmónica Alvaiazerense de Santa Cecília
Filarmónicas de Alvaiázere

Bandas de Música, História e Atividades no Concelho

Sociedade Filarmónica Alvaiazerense de Santa Cecília

Fundada por escritura notarial a 11 de Outubro de 1923, a Sociedade Filarmónica Alvaiazerense de Santa Cecília é a mais antiga instituição cultural do concelho de Alvaiázere. Ao longo destes 92 anos tem passado por dificuldades, chegando mesmo a interromper as suas atividades. Catorze anos após a fundação surgiu o primeiro período menos bom da sua vida, chegando mesmo à inatividade. No entanto, ainda antes do final da década de 40, a Filarmónica conseguiu de novo organizar-se, reiniciando as suas atuações em 1948.

​Em 1956, o Governador Civil de Leiria aprovou os estatutos da Sociedade Filarmónica Alvaiazerense de Santa Cecília que se mantiveram em vigor quase meio século. Neste período atingiu um lugar de destaque entre as suas congéneres da região, conquistando nas festas da Rainha Santa, em Coimbra, um 2º lugar entre várias das melhores Bandas do país. Depois deste período de apogeu, nos anos 60 a Filarmónica volta a viver um período de dificuldades. A emigração e a guerra colonial contribuíram decisivamente para a sangria da população Alvaiazerense e, consequentemente, para o declínio da instituição. Na década de 1970, a Filarmónica beneficiou de um novo alento com o regresso de muitos naturais das ex-colónias, assim como dos países de emigração, mantendo-se sempre em atividades até ao presente.

Em 1998, por ocasião do seu 75º aniversário, a Câmara Municipal de Alvaiázere atribuiu-lhe a medalha de Ouro do Concelho como reconhecimento pelos serviços prestados em prol da cultura. Em 2003 a CMA cedeu à Filarmónica a escola Adães Bermudes e promoveu a realização das obras necessárias à ampliação e adaptação do edifício concretizando-se assim, a aspiração de ter sede própria.

Dotada de novos estatutos em 2002, a Sociedade Filarmónica Alvaiazerense de Santa Cecília é uma instituição cheia de vitalidade estando esta bem patente na sua Banda maioritariamente constituída por jovens. Salienta-se igualmente pela positiva a Escola de Música frequentada tanto por crianças como adultos que encontraram nesta instituição uma ligação à música e à cultura. Mais recentemente, surgiu a Orquestra Ligeira constituída essencialmente por músicos formados na escola de música da instituição.

Sociedade Filarmónica Alvaiazerense de Santa Cecília

Sociedade Filarmónica Alvaiazerense de Santa Cecília

O maestro Fernando Gomes, antigo clarinetista na Filarmónica Alvaiazerense, é desde 2016 o responsável pela Banda, Escola de Música e Orquestra Ligeira.

Rancho Folclórico da Casa do Povo de Maçãs de D. Maria
Folclore em Alvaiázere

Grupos Etnográficos, Tradições e Atividades no Concelho

  • Região: Estremadura – Alta Estremadura
  • Distrito: Leiria
  • Concelho: Alvaiázere

02 grupos

  • Rancho Folclórico da Casa do Povo de Maçãs de D. Maria
  • Rancho Folclórico da Freguesia de Pussos
Rancho Folclórico da Freguesia de Pussos

O Rancho Folclórico da Freguesia de Pussos nasceu a 15 de agosto de 1995. O trabalho de recolha mantém o objetivo de alcançar uma representatividade etnográfica digna e fiel. O grupo começou por estudar a freguesia de Pussos, mas cedo percebeu, que as fronteiras territoriais e administrativas não encerram barreiras etnográficas, alargando o seu estudo às freguesias do concelho, e concelhos limítrofes o que permitiu perceber determinadas diferenças que não encerram contradições, mas antes uma riqueza que não pode ser ignorada.

Rancho Folclórico da Freguesia de Pussos

Rancho Folclórico da Freguesia de Pussos

O estudo elaborado, permitiu perceber também que, decorrente dos hábitos de trabalho do povo alvaiazerense, que se deslocava para fora do seu território para as podas, ceifas e vindimas, determinadas influências de outras zonas do país acabaram por ser trazidas para o concelho inscrevendo-se, também, de forma indelével, na sua especificidade cultural e etnográfica.

Os trajos que o grupo enverga, as danças e cantigas que leva ao tabuado são o resultado das recolhas realizadas na população do concelho. Rancho Folclórico da Freguesia de Pussos recria a Ceia de Natal, o “Cantar dos Reis”, a “Matança do Porco”, o jantar da Matança, o “Magusto tradicional”, a descamisada, a apanha da azeitona, as vindimas, o cantar das Almas na Quaresma, o Baile de Ano Novo e de Carnaval. É, desde 2012, Instituição de Utilidade Pública. Em 2013, depois de alguns anos como sócio aderente da Federação do Folclore Português (essenciais para o aperfeiçoamento da representatividade do grupo), passou a sócio efetivo.

Rancho Folclórico da Casa do Povo de Maçãs de D. Maria

De um encontro de jovens realizado em 1975, resultou a ideia de se formar um Grupo que fosse fiel intérprete do património cultural e artístico da região que se estava a perder. Desta iniciativa surgiu, em 1976, o Rancho Folclórico de Maçãs de D. Maria e que se vem posteriormente a integrar na ACREDEM – Associação Cultural, Recreativa e Desportiva de Maçãs de D. Maria.

Quatro anos após a fundação, os elementos do Grupo, após intensas reuniões com a Direção da Casa do Povo, pediram a sua integração nesta Instituição, passando por imperativos de ordem legal a denominar-se Rancho Folclórico da Casa do Povo de Maçãs de D. Maria. Esta integração trouxe responsabilidades acrescidas não só pela manutenção do Grupo em atividades, mas também dar sequência a todo um trabalho de recolha e pesquisa de modo a enriquecer o seu repertório.

Rancho Folclórico da Casa do Povo de Maçãs de D. Maria

Rancho Folclórico da Casa do Povo de Maçãs de D. Maria

O intenso trabalho desenvolvido numa perspetiva de valorização do Grupo, foi reconhecido e compensado pelas imensas atuações que realizou nos mais variados recantos do país, em festivais nacionais e internacionais.

Fontes do Musorbis Folclore:

No Musorbis foram revistos todos os historiais de grupos etnográficos. Para facilitar a leitura, foram retirados pormenores redundantes e subjetivos, e foram corrigidos erros de português.

Sociedade Filarmónica Alvaiazerense de Santa Cecília
Música e músicos no Concelho de Alvaiázere

Alvaiázere é um município português pertencente ao distrito de Leiria, na província da Beira Litoral. O Concelho tem a sede na vila do mesmo nome. Integra a Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria no Centro de Portugal e tem cerca de 7287 habitantes.

Sociedade Filarmónica Alvaiazerense de Santa Cecília

A Sociedade Filarmónica Alvaiazerense de Santa Cecília foi fundada a 11 de outubro de 1923. Mantém um conjunto de atividades musicais, incluindo a Escola de Música à Banda propriamente dita e uma Orquestra Ligeira.

SFASC

Sociedade Filarmónica Alvaiazerense de Santa Cecília

Sociedade Filarmónica Alvaiazerense de Santa Cecília