Artigos

Folclore de Benavente

Grupos Etnográficos, Tradições e Atividades no Concelho

  • Região: Ribatejo
  • Distrito: Santarém
  • Concelho: Benavente
Rancho Folclórico da AREPA – Associação Recreativa de Porto Alto

Em plena Lezíria Ribatejana, com o encontro entre o rio Sorraia e o rio Almansor, onde a planície do arroz ainda se encontra presente no quotidiano, situa-se a localidade do Porto Alto, na freguesia de Samora Correia. Aqui tem a sede o Rancho Folclórico da AREPA – Adulto e a Escolinha de Folclore.

São estes dois grupos pertencentes à Associação Recreativa de Porto Alto – AREPA, que dão aos habitantes desta localidade o motivo de orgulho pela continuação das suas tradições que no seu passado viveram. O grupo foi fundado em 1 de dezembro de 1997, uma iniciativa da D. Joaquina Rodrigues, em parceria com o Jardim de Infância de Porto Alto.

Os seus trajes reconhecem-se pelas crianças de famílias humildes, jovens trabalhadores, homens e mulheres que diariamente trabalhavam para ter o sustento para a sua família. São representados o trabalho do campo, nomeadamente o cultivo do arroz, e a atividade piscatória. Desde o campino às ceifeiras, do abegão às aguadeiras, são representadas as raízes e costumes de antigamente.
De modo a preservar parte do seu património, o grupo tem vindo a recolher e a reconstituir o canto, o saber e as danças vividas pelos seus antepassados.

Rancho Folclórico da AREPA - Associação Recreativa de Porto Alto

Rancho Folclórico da AREPA – Associação Recreativa de Porto Alto

Fontes do Musorbis Folclore:

No Musorbis foram revistos todos os historiais de grupos etnográficos. Para facilitar a leitura, foram retirados pormenores redundantes e subjetivos, e foram corrigidos erros de português.

Sociedade Filarmónica Santo Estêvão
Filarmónicas de Benavente

Bandas de Música, História e Atividades no Concelho

  • Sociedade Filarmónica Benaventense
  • Sociedade Filarmónica de Santo Estêvão
  • Sociedade Filarmónica União Samorense

Sociedade Filarmónica Santo EstêvãoSediada na freguesia de Santo Estevão, no concelho de Benavente, a Sociedade Filarmónica de Santo Estêvão, é uma associação de natureza recreativa, cultural e filarmónica. Constituída em a 05 de fevereiro de 1975, que tem a sua origem no início do século XIX.

SFSE

Sociedade Filarmónica Santo Estêvão

Sociedade Filarmónica Santo Estêvão

Em 2019, no Concerto de Primavera foi homenageada a Banda Juvenil, vencedora de um concurso Internacional, na sua categoria, em Valência -Espanha.

Em 2021, a banda juvenil da SFSE participou em modo online, no IX International Competition and Festival of Arts, Music, Vocals, Dance and Floklore “Winter Stars of Dresden”, na Alemanha, onde conquistou o terceiro lugar.

Ainda em 2021, a Sociedade Filarmónica de Santo Estevão foi a vencedora do Copenhagen Stars 2021, onde participaram mais de 600 concorrentes de diversos países como Arménia, Bielorrússia, Bósnia, Bulgária, Croácia, China, Alemanha, Indonésia, Itália, Letónia, Lituânia, Moldávia, Polónia, Portugal, Espanha, Rússia, Roménia, Ucrânia e Estados Unidos da América. Nesta que foi a primeira competição internacional em que participou, a Banda de Santo Estevão conquistou 45 em 50 pontos possíveis, sendo em 2 meses o terceiro prémio conquistado pela Sociedade Filarmónica de Santo Estevão.

SFSE

Sociedade Filarmónica Santo Estêvão

Sociedade Filarmónica Santo Estêvão, créditos Mónica Monteiro

Morada

Rua Manuel Martins Alves, 13
2130-140 Santo Estêvão

Banda da Sociedade Filarmónica Benaventense

A Banda da Sociedade Filarmónica Benaventense foi fundada em 1 de novembro de 1871. Desde o início, a coletividade não se interessou apenas pela música, mas também por outras artes: teatro, ballet e coro. Há uma década foi ainda criado e integrado nesta coletividade o Núcleo Filatélico e Numismático. A Sociedade Filarmónica Benaventense já participou em vários festivais de música, programas de Televisão e concursos, sendo de salientar o 2º. lugar no Concurso Nacional de 1936, cuja final se realizou em Santarém. Foi convidada a fazer parte na telenovela portuguesa “Os filhos do vento”, exibida em 1995 na RTP.

A Banda da SFB participa regularmente em várias festas religiosas, romarias, festas taurinas, arruadas e concertos. Em 1991, foi galardoada com a Medalha de Honra do Município de Benavente. A SFB mantém em funcionamento a Escola de Música para poder aumentar o número de elementos da Banda.

SFB

Sociedade Filarmónica Benaventense

Banda da Sociedade Filarmónica Benaventense

Sociedade Filarmónica União Samorense

A Banda Filarmónica de Samora Correia saiu à rua pela primeira vez a 1 de dezembro de 1888. Seguiram-se alguns anos de interregno na atividade, sobretudo durante a 1ª Guerra Mundial durante a qual muitas famílias ficaram enlutadas e houve um desinteresse pelas festas e pela música de uma forma geral. Em 10 de maio de 1921 nasceu a Sociedade Filarmónica União Samorense e, à exceção de 5 anos sem atividade devido ao despoletar da II Guerra Mundial, a Banda da SFUS mantém-se ativa até aos nossos dias, formando grande nomes na exceção de música clássica e contemporânea a nível nacional e mundial.

A Sociedade Filarmónica União Samorense foi distinguida com os seguintes galardões: Diploma e Medalha de Ouro de Instrução e Arte (Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura e Recreio 1955); Diploma e Medalha de Mérito Associativo, 75 anos (Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura e Recreio 1996); Diploma de Mérito (Rotary Club de Vila Franca de Xira/Vida Ribatejana 1998, 1999); Diploma de Mérito (Instituto Nacional do Desporto 2003 ); Prémio Carlos Augusto Gaspar (Junta de Freguesia de Samora Correia 2000 ); Diploma e Medalha do Foral (Junta de Freguesia de Samora, 2008 ); Medalha de Mérito Municipal; Diploma de Instituição de Utilidade Pública, 1985.