Artigos

Grupo de Cantares de Carrazeda de Ansiães
Folclore em Carrazeda de Ansiães

Grupos Etnográficos, Tradições e Atividades no Concelho

  • Trás-os-Montes e Alto Douro (Trás-os-Montes)
  • Distrito: Bragança
Grupo de Cantares de Carrazeda de Ansiães

O Grupo de Cantares de Carrazeda de Ansiães foi fundado em 1993 com o objetivo de recolher e preservar temas tradicionais e costumes regionais, de modo a divulgá-los no país e no estrangeiro. Inspira-se nas fontes originais da tradição do território duriense. E assim cumpre o seu dever de reforçar o elo de ligação entre as várias gerações, recriar com cânticos, trajes e música a essência dos cantares populares da região do Douro, numa apresentação verbal atrativa e sedutora às gerações atuais.

Existem fatores que distinguem com valor dignificante a missão deste grupo: a evidente dimensão regional da sua intervenção cultural; a escolha dos temas, incidindo essencialmente sobre o rio Douro, o trabalho da vinha e os trabalhos rurais; a curiosa espontaneidade e alma com que interpretam as canções, com o caso das lendas do rio Douro.

Grupo de Cantares de Carrazeda de Ansiães

Grupo de Cantares de Carrazeda de Ansiães

Fontes do Musorbis Folclore:

A “Lista dos Ranchos Folclóricos” disponível na Meloteca e a informação nesta plataforma resultam de uma pesquisa aturada no Google e da nossa proximidade nas redes sociais. Foram revistos todos os historiais de grupos etnográficos. Foram corrigidos erros de português e retirados pormenores redundantes e subjetivos para facilitar a leitura.

Associação Filarmónica Vilarinhense
Filarmónicas de Carrazeda de Ansiães

Bandas de Música, História e Atividades no Concelho

Associação Filarmónica Vilarinhense

Sediada em Vilarinho da Castanheira, Carrazeda de Ansiães, a Associação Filarmónica Vilarinhense foi fundada em 1978. Antes desta data já tinha sido formada duas vezes e outras tantas desmantelada. A data mais antiga que nos surge é a do ano de 1906, data em que teria sido formada pela primeira vez, mas a terminar em ano que se desconhece.

Em 1954, voltou a ser reunida e de uma brincadeira com gaitas de canas feitas pelos próprios numa altura de Carnaval, saiu então a ideia de se tornar a formar a banda. Veio a desmoronar-se mais tarde devido, em grande parte, à emigração. Em 1978, voltou a formar-se exercendo atividade. Em 2008,  Raúl António Martins Guilheiros era seu maestro.

Associação Filarmónica Vilarinhense

Associação Filarmónica Vilarinhense

Eurico Cebolo, músico e pedagogo, de Carrazeda de Ansiães
Músicos naturais do Concelho de Carrazeda de Ansiães
  • Eurico Cebolo (pedagogo, 1938)

Eurico Cebolo

Eurico Cebolo, músico e pedagogo, de Carrazeda de Ansiães

Eurico Cebolo, músico e pedagogo, de Carrazeda de Ansiães

Eurico Cebolo nasceu a 28 de outubro de 1938, na aldeia de Coleja, junto ao rio Douro, pertencente à freguesia de Seixo de Ansiães, no concelho de Carrazeda de Ansiães, região de Trás-os-Montes, Portugal. Estudou gratuitamente no Porto, no colégio João de Deus, em virtude da sua facilidade de aprendizagem e da escassez de recursos financeiros da família.

Nessa altura, apresentava já gosto pela escrita e desenhava histórias aos quadradinhos, que depois vendia aos colegas com mais posses. Em 1975 lançou o disco “Natal mágico”, no qual tocava em sintetizador a parte orquestral das 20 canções incluídas. Em 1976, lançou o primeiro manual de música, método para aprendizagem, de sua autoria, “Guitarra Mágica: Acordes”.

Em 2011, tinha publicado 51 manuais de música, mantendo planos de ainda vir a publicar mais obras de entre as quais salientamos Órgão Mágico, Guitarra Mágica Acordes, Cavaquinho e Viola Braguesa Acorde, Flauta Mágica, Tocar Concertina, Tocar Bandolim e Piano Mágico.