Artigos

Escola do Rock Paredes de Coura
Escolas de Música em Paredes de Coura

Estabelecimentos do ensino de música no Concelho. Em geral, as bandas filarmónicas também possuem a sua escola de música: veja ao fundo informação sobre as bandas de música do Concelho.

Escola do Rock Paredes de Coura

Sítio: www.escoladorock.paredesdecoura.pt

A Escola do Rock Paredes de Coura nasceu em 2014, na terra do icónico Festival Paredes de Coura, contribuindo para o fomento deste já clássico romance entre a vila e o rock’n’roll.

Desde a sua primeira edição, decorre em períodos de curta duração, num formato de residência artística e campo de férias com atividades que variam entre ensaios, formações, sessões de cinema, jam sessions, concertos, demonstrações de instrumentos e workshops. No final de cada residência, ocorre um concerto de apresentação final que reúne cerca de 50 músicos em palco.

A Escola do Rock é uma iniciativa da Câmara Municipal de Paredes de Coura, com a colaboração do Space Ensemble, que é responsável pelo programa de formação e disponibiliza uma experiente equipa de músicos e formadores para dinamizar as atividades, que pretendem proporcionar um ensino musical completo e diversificado a jovens de diferentes contextos sociais e vias de ensino da música, demarcando-se do ensino regular pelas metodologias aplicadas. As turmas da Escola do Rock já atuaram em muitos festivais, em Portugal e Espanha (Galiza).

Escola do Rock Paredes de Coura

Escola do Rock Paredes de Coura

Rancho Folclórico de Rubiães
Folclore em Paredes de Coura

Grupos Etnográficos, Tradições e Atividades no Concelho

  • Região: Minho (Alto Minho)
  • Distrito: Viana do Castelo
  • Concelho: Paredes de Coura

02 grupos

  • Rancho Folclórico Camponês de Bico
  • Rancho Folclórico de Rubiães
Rancho Folclórico Camponês de Bico

O Rancho Folclórico Camponês de Bico foi fundado em 1958 e tem sido um legítimo representante do folclore de Paredes de Coura, no coração do Minho. Tem atuado de norte a sul do país, em Espanha e França. Conta com um disco gravado e várias exibições em televisão.

Nos seus trajes, característicos da região minhota, predomina a cor preta, com aplicação de vidrilhos no traje da mulher, variando entre o traje de festa e o traje domingueiro. As suas danças, músicas e cantares foram recolhidos do mais puro e genuíno modo de cantar e de dançar, pois transmitem com naturalidade o que vai na alma do seu povo, laborioso, solidário e hospitaleiro.

Conta no seu reportório temas como: Cana Verde Saltada, Vira de Roda, Manuel da Horta, Laurentina, Serrinha, Chula de Bico, Cana Verde Cruzada, Coelho, Malhão, Chila do Salto, Vira de Serra, entre outros.

Conta, desde 1996, com um agrupamento infantil e juvenil.

Em 2008, ano em que comemorou o seu 50.º aniversário, foi-lhe atribuída a Medalha de Mérito Municipal, pela Câmara Municipal de Paredes de Coura.

Rancho Folclórico Camponês de Bico

Rancho Folclórico Camponês de Bico

Rancho Folclórico de Rubiães

Em 2019, o Rancho Folclórico de Rubiães celebrou 15 anos. Para comemorar a data, a Associação Cultural Recreativa e Desportiva de Rubiães (ACRD Rubiães) preparou um desfile na freguesia e com um espetáculo na Junta de Freguesia de Rubiães, Paredes de Coura. Para as atuações, a ACRD Rubiães convidou vários grupos de diversos pontos do país, como o Rancho Folclórico As Janeiras, de Glória do Ribatejo, concelho de Salvaterra de Magos, o Rancho Etnográfico Os Pinheiros de Lobão, de Santa Maria da Feira e o Grupo Infantil e Juvenil da ADR de Gandra, concelho de Ermesinde. O evento contou com o apoio da Junta de Freguesia de Rubiães e da Câmara Municipal de Paredes de Coura.

Rancho Folclórico de Rubiães

Rancho Folclórico de Rubiães

Inocêncio Barbosa, clarinete, de Paredes de Coura
Músicos do Concelho de Paredes de Coura

Projeto em desenvolvimento, o Musorbis tem como objetivo aproximar dos munícipes os músicos e a música do Concelho.

  • Inocêncio Pereira Barbosa (músico, n. 1932)

Paredes de Coura é um concelho com tradições musicais, músicos, maestros e bandas: Banda de Música de Infesta, Banda de Rubiães, Boa União de Castanheira e, mais recentemente, a Banda de Música dos Bombeiros Voluntários. Inocêncio Pereira Barbosa foi um clarinetista nascido na freguesia de Infesta. Deu aos 13 anos os primeiros passos na música com o irmão Alfredo, que lhe transmitiu os primeiros ensinamentos de Solfejo. Depois, durante cerca de 3 anos, aprendeu com o Senhor Touceira, de Infesta, músico e dirigente da banda da terra, onde Inocêncio tocou na década de quarenta do século XX. A partir daqui deu-se o ingresso na banda da freguesia natal.

Durante o percurso musical, tocou, além da banda de Infesta, as bandas de Rubiães, Vila Nova de Cerveira, Bombeiros Voluntários de Paredes de Coura e Aboim da Nóbrega, Vila Verde, onde terminou a carreira.  Com o desaparecimento, primeiro da banda de Rubiães e mais tarde da banda de Infesta, surgiu então a banda dos Bombeiros Voluntários, que se aguentou poucos anos. A partir daqui surgiu a oportunidade de rumar até Aboim da Nóbrega, juntamente com um grupo de músicos courenses, onde terminou a carreira de músico, face ao avançar da idade e aos problemas de saúde que foram surgindo. Ensinou ainda, de forma gratuita, alguns músicos da vila, que recebiam os ensinamentos em casa.

Fonte: Marlene Cunha, Notícias de Coura

Inocêncio Barbosa, clarinete, de Paredes de Coura

Inocêncio Barbosa, clarinete, de Paredes de Coura