Artigos

Rancho Folclórico Ninho de Uma Aldeia
Folclore em Santiago do Cacém

Grupos etnográficos, tradições e atividades no Concelho

  • Alentejo (Alentejo Litoral)
  • Distrito: Setúbal

02 grupos

  • Grupo Coral e Etnográfico da Casa do Povo de Alvalade
  • Rancho Folclórico Ninho de Uma Aldeia
Grupo Coral e Etnográfico da Casa do Povo de Alvalade

A Casa do Povo de Alvalade foi fundada em 1943, e o Grupo Coral e Etnográfico surgiu em 1964. É composto por utentes, sócios, funcionários e voluntários das respostas sociais da Casa do Povo e está aberto a receber mais vozes e mais elementos, entre sócios e não sócios da instituição, utentes ou não. O objetivo principal do grupo é manter a tradição coral e musical alentejana. Os seus trajes são sobretudo os de trabalho, nomeadamente mondadeira e ceifeira. O seu reportório é constituído por modas do cancioneiro alentejano, nomeadamente: Alvalade és nossa terra; É tão grande o Alentejo; Ceifeira, linda ceifeira; Venham ver os passarinhos.

Grupo Coral e Etnográfico da Casa do Povo de Alvalade

Grupo Coral e Etnográfico da Casa do Povo de Alvalade

Rancho Folclórico Ninho de Uma Aldeia

O Rancho Folclórico Ninho de Uma Aldeia é uma coletividade de natureza etnográfica sediada na Rua Zeca Afonso Lote 6, 7540-321 São Bartolomeu da Serra, concelho de Santiago do Cacém.

Rancho Folclórico Ninho de Uma Aldeia

Rancho Folclórico Ninho de Uma Aldeia

Fontes do Musorbis Folclore:

No Musorbis foram revistos todos os historiais de grupos etnográficos. Para facilitar a leitura, foram retirados pormenores redundantes e subjetivos, e foram corrigidos erros de português.

Sociedade Recreativa Filarmónica União Artística - SRFUA

Filarmónicas de Santiago do Cacém

Bandas de Música, História e Atividades no Concelho

  • Banda Filarmónica Lira Cercalense
  • Sociedade Recreativa Filarmónica União Artística – SRFUA
Banda Filarmónica Lira Cercalense

Ao longo do séc. XX, o Cercal viu nascer e morrer quatro filarmónicas, a última das quais em 1983 (fundadora da Escola de Música), desapareceu em 1988, devido a dificuldades financeiras. A Associação Musical dos Amigos da Banda Filarmónica Lira Cercalense foi fundada em 20 de Agosto de 1989, por uma comissão de músicos empenhados em fazer renascer a atividade musical na então aldeia do Cercal.

As raízes da associação, essas, remontam a 1911, ano em que aqui surge a primeira Banda de Música. Desde a sua fundação, a Banda Filarmónica Lira Cercalense assumiu-se como um projeto ao serviço da população, e, se excluirmos o ensino público, tem sido, com a sua Escola de Música, a única entidade que proporciona formação musical aos cercalenses. Numa terra em que, fora da escola, não há praticamente atividades de tempos livres, a Banda constituiu, nas últimas décadas, uma oportunidade única para a população, sobretudo a jovem, contactar com uma atividade cultural criativa, sã, enriquecedora e em prol da comunidade.

De 1983 até hoje, apesar das dificuldades e das interrupções de atividade da banda, a Escola de Música quase nunca deixou de funcionar. Por ela passaram cerca de 200 aprendizes (na maioria jovens), dos quais quase metade foram executantes da Filarmónica, sendo que alguns, como o atual regente, prosseguiram estudos na área musical. Todos os atuais executantes da Filarmónica foram formados na sua escola. Na freguesia de Cercal do Alentejo, a Banda animou dezenas de concertos, arruadas, festividades civis, laicas e religiosas.

Fora, a Banda Filarmónica Lira Cercalense representou a freguesia e o concelho em múltiplas iniciativas pelo Alentejo, contando, desde 1989, com o apoio da Junta de Freguesia de Cercal do Alentejo e da Câmara Municipal de Santiago do Cacém. Para além da Banda e da Escola de Música, esta associação conta ainda com o seu Orfeão, um coro feminino. Samuel Julião é o atual maestro da Banda Filarmónica Lira Cercalense e Orfeão.

Sociedade Recreativa Filarmónica União Artística – SRFUA

A Sociedade Recreativa Filarmónica União Artística – SRFUA, anteriormente designada de Sociedade Recreativa de Santiago do Cacém, sediada no Rossio da Senhora do Monte – freguesia de freguesia e Concelho de Santiago do Cacém, é uma associação de natureza cultural, desportiva e recreativa, constituída a 12 de outubro de 1987.

SRFUA

Sociedade Recreativa Filarmónica União Artística - SRFUA

Sociedade Recreativa Filarmónica União Artística – SRFUA

António Chainho, guitarrista, de Santiago do Cacém
Músicos naturais do Concelho de Santiago do Cacém

Projeto em desenvolvimento, o Musorbis tem como objetivo aproximar dos munícipes os músicos e o património musical.

  • Ana Castanhito (harpista, n. 1985)
  • António Chainho (guitarrista, n. 1938)
  • Áurea (cantora, n. 1987)
  • Carlos Martins (saxofonista, n. 1961)
  • Sidónio Pereira (guitarrista, n. 1957 – m. 2014)

António Chainho

António Chainho, guitarrista, de Santiago do Cacém

António Chainho, guitarrista, de Santiago do Cacém

Áurea

Áurea, cantora, de Santiago do Cacém, foto Anabela Santos

Áurea, cantora, de Santiago do Cacém, foto Anabela Santos