Artigos

Grupo de Danças e Cantares dos Pioneiros de Vendas Novas
Folclore em Vendas Novas

Grupos Etnográficos, Tradições e Atividades no Concelho

  • Alentejo (Alto Alentejo)
  • Distrito: Évora
  • Concelho: Vendas Novas

03 grupos

  • Grupo de Danças e Cantares dos Pioneiros de Vendas Novas
  • Rancho Folclórico da Landeira
  • Rancho Folclórico das Piçarras
Grupo de Danças e Cantares dos Pioneiros de Vendas Novas
  • Região: Alto Alentejo (Alentejo Central)
  • Distrito: Évora
  • Concelho: Vendas Novas

O Grupo de Danças e Cantares dos Pioneiros de Vendas Novas iniciou a atividade em 1987. Tem como principal objetivo representar o mais fiel possível o quotidiano dos antepassados. Para isso levou a efeito exaustivas recolhas. Com este trabalho difícil mas empenhado tem conseguido recuperar as danças e cantares, o modo de vestir e a maneira de ser do povo da Terra e Região.

O Grupo exibe trajos domingueiros e de trabalho. Os trajos de trabalho eram muito semelhantes, diferenciando-se sobretudo pelos utensílios utilizados no desempenho das diferentes fainas.
Dos trajos de trabalho que apresenta destacam-se: o pastor, o vaqueiro, os ceifeiros, os trabalhadores da eira, o feitor, a manteeira, os moleiros, o carreiro, o manageiro, a aguadeira e a mondina do arroz.

As principais danças apresentadas são bailes de roda, bailes campaniços, puladinhos, valsa, tacão e bico e sagourras.

Os instrumentos mais utilizados são o acordeão, os ferrinhos, a bilha, a pandeireta, o reque reque, a cana e a gaita de beiços.

O Grupo de Danças e Cantares dos Pioneiros de Vendas Novas tem em atividade um Grupo infantil.

O Grupo tem um CD editado e organiza anualmente o seu Festival de Folclore, a sua festa anual e um encontro de Folclore Infantil.

É membro efetivo da Federação do Folclore Português e está filiado no INATEL.

Grupo de Danças e Cantares dos Pioneiros de Vendas Novas

Grupo de Danças e Cantares dos Pioneiros de Vendas Novas

Espaço museológico

Grupo de Danças e Cantares dos Pioneiros de Vendas Novas

Grupo de Danças e Cantares dos Pioneiros de Vendas Novas

Rancho Folclórico da Landeira

Fundado em 26 de maio de 1978, o Rancho Folclórico da Landeira é um dos grupos mais representativos do folclore alentejano. Pretende reviver as tradições landeirenses, tanto nas danças e cantares, como no trajar. A representação reporta ao final do século XIX e início do século XX. O grupo, constituído por cerca de quarenta elementos, organiza o seu Encontro de Folclore anual na primeira semana de Agosto. É membro efetivo da Federação do Folclore Português.

Rancho Folclórico da Landeira

Rancho Folclórico da Landeira

Rancho Folclórico das Piçarras

O Rancho Folclórico das Piçarras foi fundado em 1988 e pertence à Secção Cultural do Desportivo Clube das Piçarras. No ano 2000 foi criada uma secção autónoma responsável pelo mesmo. É composto por um grupo infantil, por um adulto e pela tocata, totalizando cerca de 50 elementos.

Rancho Folclórico das Piçarras

Rancho Folclórico das Piçarras

O Rancho Folclórico das Piçarras organiza todos os anos três Festivais de Folclore: um Festival Infantil em junho, dedicado às crianças, outro em agosto por ocasião do aniversário do Desportivo Clube local e um outro aquando do seu aniversário, em outubro.

Foi-lhe entregue a chave da escola primária das Piçarras, para que o Rancho possa usufruir das suas instalações. Nesse espaço foi criado um pequeno museu etnográfico com o espólio recolhido pelo Rancho ao longo dos tempos, o que muito tem agradado aos seus visitantes.

O percurso do Rancho Folclórico testemunha a dedicação e o empenho dos seus componentes na transmissão de tradições, costumes e sentimentos de um povo e da recolha e divulgação de modas e expressões preservando assim as raízes populares do concelho de Vendas Novas.

Banda de Música da Casa do Povo de Vendas Novas
Filarmónicas de Vendas Novas

Bandas de Música, História e Atividades no Concelho

Banda de Música da Casa do Povo de Vendas Novas

Banda de Música da Casa do Povo de Vendas Novas foi fundada a 11 de novembro de 1995. É composta por 30 elementos de ambos. Possui uma Escola de Música dedicada ao ensino e preparação de novos músicos e uma Escola de Formação de Músicos para a formação da Banda filarmónica. Participa anualmente em diversas festas e concertos da cidade.

A 16 de julho de 2021 a Meloteca não encontrou indícios de atividade da Banda na rede.

Banda de Música da Casa do Povo de Vendas Novas

Banda de Música da Casa do Povo de Vendas Novas

Padre Jerónimo da Rocha Monteiro (1938-2018)
Músicos do Concelho de Vendas Novas

Projeto em desenvolvimento, o Musorbis aproxima os munícipes e os cidadãos do património musical e dos músicos do Concelho.

Jerónimo da Rocha Monteiro

O P.e Jerónimo da Rocha Monteiro, salesiano, nasceu em Gens, Gondomar, em 1938 e morreu em Manique, a 31 de agosto de 2018 de doença oncológica. Uma das individualidades homenageadas na Sessão Solene Comemorativa do 55.º aniversário do concelho de Vendas Novas foi o salesiano Pe. Jerónimo Rocha Monteiro. No dia 7 de setembro de 2017, decorreu em Vendas Novas uma Sessão Solene Comemorativa do 55.º aniversário do concelho, durante a qual foram entregues as insígnias municipais de homenagem a sete individualidades concelhias. Esta sessão marcou também a inauguração do Fórum Cultural “A Praça”, um novo espaço ao serviço da cultura e da arte de todos os vendasnovenses.

Uma das individualidades homenageadas foi o Pe. Rocha Monteiro. O discurso que justificava esta homenagem esteve a cargo do vereador Joaquim Soeiro, o qual, depois de saudar as numerosas autoridades presentes na “Praça”, nomeou as instituições e as pessoas que seriam homenageadas na sessão, focando as caraterísticas pessoais de cada uma delas. Relativamente ao Pe. Rocha, recordou com bastante emoção aquilo que ele fez pelas gentes de Vendas Novas, enfatizando que é muito mais do aquilo que o Pe. Rocha possa imaginar. Recordou com saudade os tempos de um “padre louco” que introduziu a bateria nas eucaristias dominicais, transportava os jovens na “carrinha amarela”, criou a escola de música, levou os jovens para a igreja retirando-os das “esquinas”, fez espetáculos musicais e levou o nome de Vendas Novas para além do concelho. Muitos jovens, afirmou ainda Joaquim Soeiro, devem ao Pe. Rocha aquilo que são na vida e deu o seu próprio testemunho: “a ele devo o que sou hoje”. De seguida, o Pe. Rocha dirigiu-se aos presentes para, numa linguagem poética, como é seu timbre, agradecer esta singela mas sentida homenagem e recordar esses maravilhosos anos de entrega aos jovens de Vendas Novas. Vale a pena recordar aqui o seu discurso também ele sentido e emocionado:

“Os acordes das marchas de Santo António, os concertos improvisados da escola de música, a presença dos artistas de renome, de então, que pisavam o palco da cripta, os espetáculos juvenis que nos envolviam, a experiência partilhada com professores e alunos da Escola Secundária, as centenas de famílias envolvidas em projetos pastorais, são aguarelas de vida cujas memórias são poentes dourados beijando as portas do Alentejo, o concelho de Vendas.”

Pe. Rocha Monteiro

Padre Jerónimo da Rocha Monteiro (1938-2018)

Padre Jerónimo da Rocha Monteiro (1938-2018)