Artigos

Banda da Associação dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova da Barquinha

Filarmónicas de Vila Nova da Barquinha

Bandas de Música, História e Atividades no Concelho

  • Associação Musical de Atalaia
  • Banda da Associação dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova da Barquinha
Associação Musical de Atalaia

A Escola de Música de Atalaia foi fundada pela família Santos em 1986, tendo a sua primeira atuação pública em 1987 na Festa de Nossa Senhora da Guia em Atalaia. Na época, a Escola de Música de Atalaia encontrava-se inserida na Associação Desportiva e Recreativa Marítimo de Atalaia (ADRMA). Mais tarde foi desagregada da ADRMA e, em 2007 foi legalmente criada a AMA -Associação Musical de Atalaia.

Associação Musical de Atalaia

Associação Musical de Atalaia

Ao longo destes anos, de entre os incontáveis serviços, procissões, arruadas e concertos, destacam-se:

  • Em 1998, realizou uma digressão ao Pico (Açores), onde se realizaram vários concertos;
  • Em 2008, deslocou-se a Berlim (Alemanha) a convite da Orquestra de Acordeões Boli-Pop;
  • Em 2011, voltou a apresentar-se na Alemanha através de um intercâmbio. Desta vez à zona da Floresta Negra – Calw, a convite da Banda Trachtenkapelle de Altburg, localidade onde existe uma grande comunidade portuguesa; deu-se início à construção da nova Sede (inaugurada a 18 de Maio de 2014). Aqui são realizadas as aulas de aprendizagem musical à classe de aprendizes e realizados os ensaios gerais da Banda.
Associação Musical de Atalaia

Associação Musical de Atalaia

A banda é composta por cerca de 43 elementos maioritariamente jovens, com idades entre os 10 e 60 anos, entre eles estudantes, trabalhadores e alunos de escolas profissionais de Música e de conservatórios. Desde janeiro de 2014 é dirigida pelo Maestro Major João Cerqueira.

Banda da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova da Barquinha

A Banda da AHBVVNB aparece com a fundação da Associação dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova da Barquinha, em 1925. O seu primeiro instrumental pertenceu à Banda de Música dos Corticeiros de Silves, uma das bandas que tinham sido extintas pouco tempo depois do início da atividade. A

Participou em concursos e desfiles na cidade de Santarém, exibição no desfile de Bandas Filarmónicas realizado em Lisboa, em 1944, desfiles em Tomar, nas Festas dos Tabuleiros, concertos em Alcobaça, Tomar, Santarém, Évora, Lisboa, Salvaterra de Magos, entre outras localidades. A Banda desenvolve intensa atividade no domínio da instrução musical no concelho. Organizou o primeiro Encontro de Bandas Civis, em 1981, o segundo 1989 e o terceiro 1998. Tem uma média de 26 atuações por ano, particularmente nos concelhos de Tomar, Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Alcanena, Vila Nova da Barquinha e outros. Esteve presente na Expo98 onde atuou.

Tem uma média de 26 atuações por ano. Fazem parte da banda 40 elementos, sendo 22 do sexo feminino. O elemento mais novo tem 8 anos e o mais velho 80. No dia 11 de maio de 2002 gravou o seu 1.º CD com temas do seu repertório. Foi dirigida durante 15 anos pelo maestro João Manuel Lourenço Antunes, sendo desde 2005 o seu regente atual, António Augusto Pratas Lopes, em administração conjunta com a esposa Cristina Rosa Godinho José também ela maestrina. São ambos responsáveis pelas aulas da escola de música da Associação.

Banda da AHBVVNB

Banda da Associação dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova da Barquinha

Banda da Associação dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova da Barquinha

Francisco Fanhais, cantautor, de Vila Nova da Barquinha
Músicos naturais do Concelho de Vila Nova da Barquinha

Projeto em desenvolvimento, o Musorbis aproxima os munícipes e os cidadãos do património musical e dos músicos do Concelho.

Francisco Fanhais

Francisco Fanhais, cantautor, de Vila Nova da Barquinha

Francisco Fanhais, cantautor, de Vila Nova da Barquinha

Jorge Esperança

Jorge Esperança, guitarra, de Vila Nova da Barquinha

Jorge Esperança, guitarra, de Vila Nova da Barquinha

Igreja Matriz da Praia do Ribatejo
Órgãos de tubos do concelho de Vila Nova da Barquinha

De acordo com as informações de que dispomos, os órgãos de tubos existentes no concelho de vila Nova da Barquinha são os seguintes:

Igreja Matriz da Praia do Ribatejo

[ Igreja Paroquial ] [ de Nossa Senhora da Conceição ]

Igreja Matriz da Praia do Ribatejo

Igreja Matriz da Praia do Ribatejo

A atual Igreja Matriz da Praia do Ribatejo, que tem por orago Nossa Senhora da Conceição e foi construída no princípio do século XX, substituiu a velha paroquial, esta também dedicada à Conceição da Mãe de Deus desde o século XVII, mas que terá tido uma primeira invocação de Santa Maria do Zêzere. Quanto a património artístico-religioso, existem no âmbito da paróquia várias imagens e alfaias litúrgicas de valor, destacando-se, todavia, neste contexto, um valioso S. Sebastião, de pedra, e um cálice de prata do século XVIII.

Fonte: Diocese de Santarém

Segundo a Rádio Hertz, o concerto inaugural do órgão de tubos terá sido a 27 de junho de 2015, com a presença do Bispo de Santarém, Manuel Pelino Domingues e a atuação do Canto Firme, de Tomar.