Artigos

Rancho Folclórico e Etnográfico do Município de Vila Nova de Poiares
Folclore em Vila Nova de Poiares

Grupos Etnográficos, Tradições e Atividades no Concelho

Rancho Folclórico e Etnográfico do Município de Vila Nova de Poiares

Em 15 e 16 de junho de 2019 houve um Desfile de Marchas Populares e Festival de Folclore A Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares e o seu Grupo Folclórico e Etnográfico promoveram a VI Recriação do Mercado Antigo.

A grande novidade foi a localização do evento, mudando da Alameda de Santo André para o Centro da Vila, numa tentativa de trazer mais dinâmica e animação ao centro histórico, criando também mais envolvimento com o comércio tradicional.

A VI Edição recriou os costumes e tradições das gerações mais antigas, com a recriação dos habituais mercados de ‘feira’, respeitando o rigor histórico, promovendo a demonstração e negócio de produtos enquadrados nos ofícios de ‘então’ agricultor, artesão, artificies, mercador e os taberneiros (recriados nas tasquinhas gastronómicas).

Durante toda a tarde, haveria lugar a algumas recriações, nomeadamente “Tempos vividos quase esquecidos”, levada a cabo pela CTEP – Companhia de Teatro Experimental de Poiares, com a participação dos elementos dos ranchos folclóricos do Município de Vila Nova de Poiares e do Centro de Convívio do Carvalho, também uma recriação de “Anos 20” e ainda um desfile equestre pela Escola de Equitação de Vila Nova de Poiares.

À noite, haveria um desfile de Marchas Populares, com a participação de marchas convidadas, nomeadamente as marchas de Vilamar (Cernache), Brasfemes (Coimbra), Freguesia de Eiras (Coimbra) e a marcha popular da Cheira (Penacova).

A recriação do Mercado Antigo continuaria durante o dia de domingo, com jogos tradicionais e o XXIII Festival de Folclore, onde para além do grupo anfitrião – o Grupo Folclórico e Etnográfico do Município de Vila Nova de Poiares – participam vários agrupamentos de diversos pontos do país, nomeadamente o Rancho Folclórico da Casa do Povo de Recarei (Paredes), Rancho Folclórico Rosas de Calvete (Figueira da Foz) e o Rancho Folclórico e Etnográfico de Zagalho e Vale do Conde (Penacova).

Rancho Folclórico e Etnográfico do Município de Vila Nova de Poiares

Rancho Folclórico e Etnográfico do Município de Vila Nova de Poiares

Fontes do Musorbis Folclore:

A “Lista dos Ranchos Folclóricos” disponível na Meloteca resulta de uma pesquisa aturada no Google e da nossa proximidade nas redes sociais. No Musorbis foram revistos todos os historiais de grupos etnográficos de modo a facilitar a leitura.

Centro Cultural de Poiares

MÚSICA À VISTA

Sugestões de património edificado

para uma rota musicoturística no Concelho de Vila Nova de Poiares

O Centro Cultural de Poiares é uma das obras mais importantes para o desenvolvimento da cultura em Vila Nova de Poiares. Situado bem no centro da Sede de Concelho, alberga nos três pisos a Biblioteca, Auditório / Cine-Teatro, Sala de Congressos e Salão de Festas, com todas as valências e apoios inerentes ao seu funcionamento.

No Piso -1 está localizado o Salão de Festas.Ccom cerca de 500m2, é composto por um palco com 55m2, com boca de cena e três camarins. Organiza-se num amplo espaço livre e polivalente, apoiado por uma cozinha e bar, totalmente equipados, para além de garantir um elevado conforto acústico e ambiental.

No Piso 0, acesso principal ao CCP, está situada a Biblioteca Municipal e o Auditório / Cine-Teatro. A Biblioteca está dividida em diversas áreas distintas : Secção Infantil, Sala do Conto, Secção de Adultos , Espaço Internet, Sala Polivalente , Sala do Livro Antigo, bar, diversas salas de apoio e hall de entrada que alberga, para além do balcão de atendimento, um espaço que permite acolher exposições. Já o Auditório / Cine-Teatro, com cerca de 230 lugares, apresenta-se como o palco principal de espetáculos do Município, proporcionando um ambiente de requinte, sobriedade e bem-estar.

A área mais imponente está localizada no piso 1. Com cerca de 750m2, a Sala de Congressos permite uma visão panorâmica da vila e serras circundantes, através de grandes espaços envidraçados. A sala principal, com teto em forma de nave, está preparada para acolher cerca de 500 pessoas, com excelentes propriedades acústicas e ambientais. Este espaço de eleição para grandes eventos tem ainda um palco com cerca de 45m2, sendo dotado de dois gabinetes autónomos, duas salas de apoio ligadas à sala principal, e ainda um bar e uma cozinha.

CCP

Centro Cultural de Poiares

Centro Cultural de Poiares

CORETOS

Coreto

Coreto de Vila Nova de Poiares

Coreto de Vila Nova de Poiares

Coreto

Coreto de Vila Nova de Poiares

Coreto de Vila Nova de Poiares

Filarmónica Fraternidade Poiarense
Filarmónicas de Vila Nova de Poiares

Bandas de Música, História e Atividades no Concelho

Filarmónica Fraternidade Poiarense

A Filarmónica Fraternidade Poiarense, com sede em Vila Nova de Poiares, foi fundada a 8 de setembro de 1874, em assembleia reunida nessa data no edifício do Teatro da “Cabeça” deste concelho.

Na sessão de 13 de setembro de 1874 foi escolhido o nome de Fraternidade, o qual, segundo a opinião dos fundadores, “quereria significar a boa união e amizade que sempre reinaria entre todos os sócios”. Pouco depois a sede da Associação passou a funcionar na Aldeia Nova e, mais tarde, mudou-se para o velho teatro, localizado onde foi construído o edifício da atual Casa do Povo. A Filarmónica tem cerca de 30 jovens. Mantém uma Escola de Música que tem forjado numerosos executantes.

BFP

Filarmónica Fraternidade Poiarense

Filarmónica Fraternidade Poiarense