Banda Filarmónica de Carviçais, de Torre de Moncorvo
Filarmónicas de Torre de Moncorvo

Bandas de Música, História e Atividades no Concelho

Banda Filarmónica de Carviçais

Em 1898, um grupo de carviçaenses amigos da música e da sua terra, tomou a iniciativa de fundar uma banda. Depois de adquirido o instrumental, tiveram inicio os ensaios sob a orientação do Maestro Tenente Zilhão. Na década de 1930 dissidências internas a Banda dividiu-se em duas, “Os Mineiros” e “Os Patanhosos”, cisão que durou pouco. Reunificada a Banda, passou a ser dirigida pelo Mestre João Teixeira tendo como Contra-Mestre Laurindo Pavão.

Por circunstâncias dos tempos com o movimento emigratório, foi a Banda perdendo elementos acabando a sua atividade musical. Após o 25 de Abril de 1974, com o regresso dos carviçaenses vindos alguns das ex-colónias, formou-se um movimento que levou à reconstituição da Banda nos princípios de 1978 ficando como Regente o Maestro José Teixeira mais conhecido como “Sr. Zezinho” e como contramestre Abílio Ferreira “Ti Poeta”. Por morte do Maestro José Teixeira assumiu funções de Maestro da Banda e Professor da Escola de Música Ismael Ferreira. Pela sua passagem à reforma, poucos anos mais tarde até aos dias de hoje, assumiu a regência da Banda e a direção da Escola de Música o Tenente Coronel Fernando José Sanches. A casa onde atualmente a Associação possui as instalações era até à sua recuperação e transformação uma padaria.

BFC

Banda Filarmónica de Carviçais, de Torre de Moncorvo

Banda Filarmónica de Carviçais, de Torre de Moncorvo

Sociedade Filarmónica Felgarense

A Banda de Música de Felgar foi fundada em 1964 e mantém-se em atividade ininterruptamente, tendo o seu instrumental sido comprado à extinta Banda de Música de Urros, concelho de Moncorvo. Em 1985, com a inauguração das novas instalações da Junta de Freguesia, pode a Banda beneficiar de uma sala nova para os ensaios.

Em 1992, a Banda de Música criou Estatutos próprios, passando a ser um órgão da Sociedade Filarmónica Felgarense. A Banda possui ainda uma Escola de Música que funciona diariamente e conta com cerca de 50 alunos. As atividades da Banda são uma constante ao longo do ano, o que permite suportar uma parte das despesas do funcionamento da Escola de Música. Além de distinções, a Banda conta com diplomas do INATEL pela participação em várias atividades.