Conservatório de Música do Choral Phydellius
Escolas de Música de Torres Novas

O Ensino da Música em destaque no Concelho

Conservatório de Música do Choral Phydellius

O Conservatório de Música do Choral Phydellius ministra cursos de Música oficiais dos níveis: Básico; Secundário. Ambos os níveis podem ser ministrados nos seguintes regimes de frequência: Articulado; Supletivo. Tem ainda cursos não oficiais: Iniciação; Curso Livre

Cursos Instrumentais e Disciplinas Curriculares: Acordeão, Bateria, Canto, Clarinete, Flauta Transversal, Guitarra, Oboé, Órgão, Piano, Percussão, Saxofone, Trombone de Varas, Trompa de Harmonia, Trompete, Tuba, Violino, Violoncelo, Violeta. Ministra Aulas de Conjunto de Coro, Orquestra, Música de Câmara; e as Disciplinas Teóricas: Formação Musical, História da Cultura e das Artes, Análise e Técnicas de Composição.

FOI NOTÍCIA

Em 15 de setembro de 2015, o Jornal Torrejano noticiou:

“O Estágio para Jovens Instrumentistas Torrejanos (EJIT) é um projecto do Conservatório de Música do Choral Phydellius iniciado em 2004 e visa trabalhar de forma intensiva com músicos da região. Trabalho que no final é apresentado em concerto.

O de 2015 aconteceu no domingo, dia 12, depois de uma semana de intenso trabalho com o maestro convidado, o espanhol Rafael Albors – valenciano radicado na região da Corunha.

Conservatório de Música do Choral Phydellius

Conservatório de Música do Choral Phydellius

Esta foi a quarta vez que o EJIT contou com a presença de um espanhol a reger o projecto. Os músicos que aderem ao projecto são voluntários mas são eles quem mais ganham. Ajuda-os a crescer como músicos e isso é muito postivo. A edição deste ano contou com a presença de 70 músicos que foram orientados por 10 formadores.

“O EJIT e um evento que tem uma componente tripartida: pedagógica, artística e social”, frisou anda Vítor Ferreira. As duas primeiras são fáceis de explicar e a terceira terá que ver com o facto de os músicos terem estado (bem) ocupados na última semana das férias de Verão. O concerto final decorreu no Teatro Virgínia, contou com entradas livres e inseriu-se na programação trimestral daquela casa e espectáculos.

0 comentários

Deixe um comentário

Quer participar?
Deixe a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *