Armando Côrtes-Rodrigues, folclorista, de Ponta Delgada
Músicos naturais do Concelho de Vila Franca do Campo

Projeto em desenvolvimento, o Musorbis aproxima os munícipes e os cidadãos do património musical e dos músicos do Concelho.

Armando Côrtes-Rodrigues

Armando Côrtes-Rodrigues, folclorista, de Ponta Delgada

Armando Côrtes-Rodrigues, folclorista, de Ponta Delgada

BANDAS DE MÚSICA

Banda Lealdade

A Banda Lealdade de Vila Franca do Campo foi fundada em 1867, por altura da realização das magnificentes festas do Arcanjo São Miguel, evento religioso onde se estreou. Tem cerca de quatro dezenas de elementos com idades entre os 8 e os 53 anos e mantém em atividade uma escola com cerca de dez alunos. Realiza cerca de 30 serviços anuais. Em 1877, deslocou-se ao Vale das Furnas para cumprimentar o Senhor Conde da Silvã, por ocasião das entusiásticas manifestações que lhe foram rendidas em homenagem ao feito da sua ousada viagem a Lisboa numa chalupinha “Pérola dos Açores”. No ano de 1917, no certame filarmónico realizado na cidade de Ponta Delgada, a Banda Lealdade obteve o 1º lugar e 1946, alcançou grande êxito sob a regência do Tenente Francisco José Dias, nas Comemorações do IV Centenário da Cidade de Ponta Delgada, na grande parada de filarmónicas micaelenses.

Em 1967, comemorou o 1º centenário com Sarau Musico-Literário, no teatro de Vila Franca, com homenagem póstuma ao Maestro Francisco Vitor de Almeida. Em 1992, solenizou os 125 anos de existência com um Sarau Musical no Teatro Vilafranquense, com conferência e concerto dirigido pelo maestro Luís Gonzaga – Sargento-Chefe da Banda da Zona Militar dos Açores.

Em 2007, celebrou os 140 anos com um concerto comemorativo no Centro de Formação e Animação Cultural de Vila Franca do Campo. Efetuou deslocações a diversas ilhas dos Açores, a Portugal Continental e ao estrangeiro. Em 1987, efetuou uma digressão pelos Estados Unidos da América. Realizou intercâmbios com bandas do Arquipélago e de Portugal Continental. Participou no concurso de bandas filarmónicas intitulado de “Filarmonia”, organizado pela RTP e RDP Açores, tendo conquistado um honroso 1º lugar, no nível II. Em 2011, participou de novo, na ilha do Pico, no concurso Filarmonia, que teve lugar nas Sete Cidades, na sede da Banda da Madalena do Pico, onde conquistou o 1º lugar do nível I. Nos últimos anos do regime monárquico e nos primeiros da Republica, foi o Visconde da Palmeira o principal protetor da «Lealdade» oferecendo-lhe sede própria, e, em 1908, um fardamento e uma rica bandeira bordada a oiro.

Filarmónica Lira do Sul

Agremiação de grande importância para os habitantes da freguesia de Ponta Garça, a FLS foi fundada em 1896. Nos anos 80 do século passado, foram adquiridos instrumentos e fardamento oferecidos pela população da freguesia. Só em 2001 a Lira do Sul teve sede própria.

Desde essa altura, a filarmónica tem progredido muito, pelo que foi convidada duas vezes para atuar nos Estados Unidos da América, nas Grandes Festas do Divino Espírito Santo. Tem sido solicitada para participar em festas religiosas por toda a ilha de S. Miguel. Possui uma escola de música, onde várias dezenas de jovens se preparam para, no futuro, assegurarem a sua continuidade.

0 comentários

Deixe um comentário

Quer participar?
Deixe a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *