Paço Ducal de Vila Viçosa
Órgãos de tubos do concelho de Vila Viçosa [5]

De acordo com as informações disponíveis, existem órgãos de tubos nas seguintes igrejas do Concelho:

Capela do Paço Ducal

Paço Ducal de Vila Viçosa

Paço Ducal de Vila Viçosa

O Paço Ducal de Vila Viçosa é um importante monumento situado no Terreiro do Paço da vila alentejana do distrito de Évora. Foi durante séculos a sede da Casa de Bragança, uma importante família nobre fundada no século XV, que se tornou na casa reinante em Portugal, quando em 1 de dezembro de 1640 o 8º Duque de Bragança foi aclamado Rei de Portugal (D. João IV) e, mais tarde, daria origem à Casa de Bragança-Saxe-Coburgo-Gota.

No antigo Colégio dos Santos Reis Magos existe um órgão histórico da autoria de Pascoal Caetano Oldovini (Oldoni, Oldovino ou Olduvini), executado em 1777.

Consola do órgão

Órgão do Paço Ducal de Vila Viçosa

Órgão do Paço Ducal de Vila Viçosa

Tubaria da montra do órgão

Órgão do Paço Ducal de Vila Viçosa

Órgão do Paço Ducal de Vila Viçosa

Da lista de restauros de António Simões consultada em 2020 consta que restaurou em 1985 um órgão de autor anónimo do século XVIII.

Igreja da Misericórdia de Vila Viçosa

Igreja da Misericórdia

Igreja da Misericórdia

A Irmandade da Misericórdia de Vila Viçosa, cujo primeiro documento conhecido data de 1504, esteve inicialmente instalada numa capela do antigo Hospital Real do Espírito Santo. D. Jaime, duque de Bragança e senhor da vila, outorgou em 1509 a administração do hospital à Confraria da Misericórdia, e em 1525 integrou-o definitivamente nesta instituição, à qual D. Manuel já concedera os mesmos privilégios da Misericórdia de Lisboa. A história das duas instituições seguiria a par, a partir de então. A igreja primitiva foi erguida em meados do século XVI, sabendo-se que em 1564 a eleição da Mesa era feita na capela da Igreja da Misericórdia. Pouco mais tarde, em c. 1568-1570, a igreja chegou a funcionar como Paroquial de São Bartolomeu, mas é hoje em dia conhecida apenas como Igreja da Misericórdia ou do Espírito Santo. (Ler MAIS)

Fonte: Sílvia Leite / DIDA – IGESPAR, I.P./2011

A Igreja da Misericórdia de Vila Viçosa, também designada Igreja do Espírito Santo, possui um órgão de tubos.

Igreja de Santa Cruz

Museu de Arte Sacra Dom Manuel Mendes da Conceição Santos

Museu de Arte Sacra Dom Manuel Mendes da Conceição Santos

O Convento de Santa Cruz, da ordem de Santo Agostinho, foi fundado no início do século XVI, por iniciativa de D. Margarida de Jesus, madre do Mosteiro de Santa Mónica de Évora, que em 1525 trouxe para Vila Viçosa o primeiro grupo de religiosas que haveriam de formar a comunidade de agostinhas, vindas do Convento de Santa Mónica, em Évora. A obra de edificação foi iniciada no segundo quartel de Quinhentos, numas casas doadas pelo capelão do duque D. Jaime, o Padre Mendo Rodrigues de Vasconcelos, e em 1530 a comunidade instala-se no complexo conventual. Desconhece-se o autor da traça do projecto, um conjunto formado pela igreja, de planta rectangular desenvolvida longitudinalmente, à qual foi adossado o edifício conventual, de planta quadrangular, integrando o claustro no centro. (Ler MAIS)

Fonte: DGPC, Catarina Oliveira, IPPAR/2005

A Igreja do antigo Convento de Santa Cruz, Museu de Arte Sacra Dom Manuel Mendes da Conceição Santos, possui órgão de tubos.

Igreja dos Agostinhos

Igreja dos Agostinhos

Igreja dos Agostinhos

Fundado no reinado de D. Afonso III, o Mosteiro de Santo Agostinho, pertencente à Ordem dos Eremitas Calçados, foi a primeira casa de religiosos a ser instituída em Vila Viçosa. A sua edificação iniciou-se em 1267, e o templo monacal foi dedicado a Nossa Senhora da Graça. Depois da doação de Vila Viçosa à Casa de Bragança, a comunidade agostinha foi “(…) objecto de grande protecção ducal, concretizada em sucessivas reformas de engrandecimento da casa.”. O primitivo templo de Nossa Senhora da Graça situava-se junto ao designado Terreiro de Santo Agostinho, mais a oeste da actual localização. No entanto, quando em 1502 o duque D. Jaime I deu início a obras de ampliação do Paço Ducal, decidiu que este edifício deveria ser reconstruído no exacto local onde estava implantada a Igreja dos Agostinhos. Desta forma, a estrutura do templo teve que ser alterada, e a sua fachada foi reedificada, passando a estar voltada para o novo Terreiro do Paço. (Ler MAIS)

Fonte: Catarina Oliveira, GIF/IPPAR/2005

A Igreja dos Agostinhos, do Mosteiro ou Convento de Santo Agostinho, também designada por Igreja de Nossa Senhora da Graça, do Seminário de São José, do Convento de Santo Agostinho, Panteão dos Duques de Bragança, ou Igreja de Nossa Senhora da Graça da Ordem de Santo Agostinho, possui um órgão da autoria de Pascoal Caetano Oldovini (Oldoni, Oldovino ou Olduvini), 1760.

Santuário da Conceição

Santuário de Nossa Senhora da Conceição

Santuário de Nossa Senhora da Conceição

A Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, que era comenda da Ordem de Avis, foi edificada entre 1569 e 1606 (embora ainda se registem notícias de trabalhos a decorrer em 1642), por ordem do rei D. Sebastião. Foram mestres de pedraria e, muito possivelmente, autores do risco, Gonçalo Dias de Carvalho e Paulo Afonso, dirigindo as obras António Gomes Soares. Substituía-se, assim, a pequena igreja medieval existente no castelo por esta, de grandes dimensões, que se impunha isoladamente na praça de armas. Poucos anos depois, em 1646, este templo transformou-se num importante símbolo nacional, quando D. João IV entregou o reino nas mãos de Nossa Senhora da Conceição, desde então Padroeira de Portugal. A sua imagem, presente nesta igreja, recebeu a coroa dos reis de Portugal, que nunca mais a voltaram a usar. Não há notícias de campanhas de obras no corpo do templo até à segunda metade do século XVIII, embora as capelas tenham sido objecto de intervenções decorativas que lhes conferiram uma linguagem maneirista e barroca. (Leia MAIS)

Fonte: DGPC, Rosário Carvalho

O Santuário de Nossa Senhora da Conceição, Igreja Matriz de Vila Viçosa, possui um órgão de armário da autoria de D. Gundifalvus Sousa Mascarenhas. Foi restaurado em 2008 por Dinarte Machado – Atelier Português de Organaria.

Montra do órgão

Órgão da Igreja de Nossa Senhora da Conceição

Órgão da Igreja de Nossa Senhora da Conceição

0 comentários

Deixe um comentário

Quer participar?
Deixe a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *